Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Raimundo Colombo pode ser candidato ao Senado em 2018

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Raimundo Colombo pode ser candidato ao Senado em 2018

Nosso dinheiro

O candidato
Sem combinar nada com o PSD e o PSDB, com quem forma a atual aliança estadual, o PMDB de SC decidiu mesmo lançar candidato próprio ao governo, com o deputado federal Mauro Mariani, que tem sido muito crítico em relação ao comando nacional da sigla. Ao dar a notícia, o site da revista Veja acrescenta que a definição mais esperada agora é a do governador, Raimundo Colombo (PSD), candidato ao Senado em 2018. Parte do PSD quer uma candidatura própria, mas Colombo resiste, de olho na força do PMDB no interior, onde ocupa quase 50% das prefeituras.

Nosso dinheiro
O site UOL publicou ontem a lista dos 233 deputados federais que votaram a favor de tirar do contribuinte a fortuna de R$ 1,7 bilhão para o fundo eleitoral, que vai financiar suas campanhas de quase todos eles pela reeleição. De SC estão lá os petistas Décio Lima e Pedro Uczai.

Segundo professor
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, deferiu liminar para suspender norma que obriga a presença de um segundo professor nas salas de aula das escolas públicas de educação básica de SC quando houver alunos com diagnóstico de deficiências ou transtornos. A decisão foi tomada em ação direta de inconstitucionalidade na qual o governador Raimundo Colombo alega, entre outros argumentos, que a lei estadual promulgada recentemente pelo Legislativo, apresenta vício formal em sua edição por ter origem em iniciativa parlamentar.

Visões opostas
Um homem nu, em uma exposição, e ser tocado por uma criança, é arte. Uma mãe amamentar em áreas de livre acesso público, não pode em SC. É algo próximo de atentado ao pudor. Tanto que na Assembleia Legislativa está para ser aprovado projeto de lei para garantir tal direito, independentemente da existência de locais, equipamentos ou instalações reservados para este fim, cabendo unicamente a lactante a decisão de utilizá-los.

Lado a lado
No Dia Mundial dos Animais, anteontem, os vereadores de Florianópolis aprovaram um projeto de lei incomum: permite que animais domésticos sejam sepultados nos jazigos familiares de seus donos. Pudera: a cremação de corpos de animais na Capital tem preços entre R$ 300 a R$ 600 para cães de pequeno e médio porte, e gatos.

Reserva feminina
Está passando por comissões da Assembleia Legislativa projeto de lei que reserva 20% das vagas para mulheres nos contratos celebrados pelo Estado nas áreas de segurança, vigilância e transportes de valores. Demagogia, com todo respeito às mulheres. É o mercado que melhor sabe quem deve ou não deve contratar e onde dispor pessoal para trabalhar, seja homem ou mulher.

Partido do diretor
Acerca de notas, aqui, sobre o assunto, a Secretaria de Estado da Educação esclarece que após dois decretos, em 2013 e 2015, mudou-se o paradigma na gestão nas escolas da rede estadual, valorizando a participação de toda comunidade escolar (pais, alunos e professores). Para ser diretor é preciso elaborar um plano de gestão escolar e submete-lo a avaliação, para verificar sua aplicabilidade na escola. A partir daí é feita a seleção do plano e, consequentemente, do diretor. O processo foi realizado, primeiramente, em 2015, em 40 escolas. Em 2016 foram mais 930. Este ano, está em processo a seleção de outras 204. A gestão do diretor selecionado, por meio do seu plano de gestão escolar, tem a duração de quatro anos e permanente acompanhamento da comunidade escolar e de equipe técnica especializada.

Torcedor nota 10
Que ideia boa! Estudantes de Florianópolis que tiverem bom desempenho escolar serão selecionados para assistir aos times do coração bem de perto, de dentro do estádio, em competições oficiais dos clubes da Capital, por meio do Projeto Torcedor Nota 10, em parceria com o Figueirense e Avai, que será lançado hoje, pelo prefeito Gian Loureiro.

Violência no campo
Como membro titular da Comissão de Agricultura o deputado federal Celso Maldaner (PMDB-SC) votou favorável ao projeto de lei 6.717/16 que regulamenta o porte de arma de fogo para produtores rurais. Ele defende a necessidade de se inibir a violência e o alto índice de assaltos no campo. O projeto prevê a licença com duração para 10 anos e será concedida mediante apresentação documental, comprovante de residência em área rural e atestado de bons antecedentes.

DETALHES
É mesmo espantoso o comportamento do presidente Michel Temer. Como réu, quer escolher o corpo de jurados que vão julgá-lo.

De lavar alma a decisão (finalmente!) do Supremo Tribunal Federal, fazendo com que a Lei da Ficha Limpa seja aplicada para políticos condenados por abuso de poder econômico ou político antes de 2010, quando a lei foi aprovada. Teremos uma imensa varrida.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio