Restituição para a malha fina do Imposto de Renda ainda não tem data definida

Contribuintes que fizeram a retificação em 2014 precisam aguardar a liberação da data do primeiro lote

Restituição para a malha fina do Imposto de Renda ainda não tem data definida

Contribuintes que fizeram a retificação em 2014 precisam aguardar a liberação da data do primeiro lote

Cerca de 937 mil brasileiros caíram na malha fina do Imposto de Renda (IR) em 2014, segundo a Secretaria da Receita Federal. Em Santa Catarina, pelo menos 27 mil contribuintes foram pegos pelo leão e precisaram retificar os cálculos para receber a restituição. As datas dos lotes, no entanto, ainda não foram definidas pela Receita Federal. Em 2014, apenas os contribuintes que prestaram as contam corretamente foram restituídos.

A agente da Agência da Receita Federal de Brusque, Rosemari Glatz, não disponibilizou o número de pessoas que caíram na malha fina em Brusque, Guabiruba e Botuverá. A omissão ou divergência dos valores dos rendimentos informados pelo contribuinte e pela fonte pagadora e as declarações que necessitam de comprovação documental das despesas declaradas, como as despesas médicas, foram os principais motivos que incidiram em malha.

Aos que não prestaram as contas corretamente com o leão, a agente lista duas opções para corrigir as pendências, além da retificação: aguardar a intimação da Receita Federal ou solicitar a antecipação da análise da declaração – a partir deste mês já é possível agendar atendimento no site da Receita Federal. Nestes dois casos, o contribuinte não encontra erros na declaração, mas ainda assim o Fisco não aprova os dados.
Declarações retificadas

Rosemari lembra também que um dos critérios adotados para o pagamento das restituições é a data de entrega da declaração de Imposto de Renda. Os contribuintes que apresentaram a declaração retificadora, automaticamente, passaram para o fim da fila de restituição, pois apenas a data da última declaração que foi apresentada é considerada para o pagamento.

Para sair da malha fina

Passo 1 – Verificar as pendências

Para isto, basta acessar o site da Receita Federal [receita.fazenda.gov.br] e clicar em “Atendimento Virtual (e-CAC)”. No espaço, o contribuinte verifica o extrato da declaração do Imposto de Renda e informa-se sobre as pendências ou problemas encontrados pelo Fisco.

Passo 2 – Retificar

Quando o contribuinte descobrir as pendências, é necessário enviar uma declaração retificadora através do próprio site. De acordo com a agente da Agência da Receita Federal de Brusque, após a retificação, a confirmação demora cerca de três dias. Depois de checar novamente e confirmar o sucesso da retificação, basta aguardar o recebimento dos valores da restituição.

Leia também:

>> Dilma veta correção de tabelo do Imposto de Renda

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio