Após reclamação de moradores, Samae anuncia que reforçará abastecimento em Dom Joaquim

Autarquia pretende levar parte da água do Centro para o bairro ainda neste verão

Após reclamação de moradores, Samae anuncia que reforçará abastecimento em Dom Joaquim

Autarquia pretende levar parte da água do Centro para o bairro ainda neste verão

A comunidade da região de Dom Joaquim tem sofrido, nos últimos meses, com falta de água. A situação que já era motivo de reclamações vem piorando, segundo os moradores. O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) afirma que pretende começar nos próximos dias uma obra de reforço no abastecimento.

Osmar Henrique Souza de Oliveira Junior é morador da rua Manoel Leopoldo de Pinho, no Cedrinho, e conta que sofre há tempos com a falta de água em casa. “Sempre tivemos o fornecimento de água apenas na parte da noite. Era comum a água chegar pelas 22h. Era complicado, mas a gente ia levando na boa. Mas de um tempo pra cá sentimos que tem ficado mais de 36 horas sem abastecimento”.

Oliveira Júnior conta que quando vem água, aproveita para acumulá-la para as necessidades básicas, como lavar louça e roupas.

Com problemas em casa, ele procurou o Samae para cobrar providências, porém a resposta que vinha recebendo era que a solução seria uma obra. Naquele momento, não havia como resolver a questão.

Obra
O diretor-presidente do Samae, Roberto Bolognini, o Betinho, afirma que está ciente do problema. “Dom Joaquim é a região mais problemática. Toda aquela área, mas em especial Dom Joaquim”.

O Samae irá realizar a colocação de um reforço na rede. Segundo Betinho, uma fração da água do Centro será levada para a parte baixa do bairro através do Rio Branco.

“Uma bomba instalada na entrada do loteamento Bromélia vai levar a água para Dom Joaquim. O que podemos fazer no momento são pequenas obras e melhorias”, diz Betinho.

Outra iniciativa anunciada pelo diretor-presidente do Samae é o direcionamento de uma parte da água do sistema dos bairros Zantão e Santa Luzia também para Dom Joaquim. A previsão é que as duas melhorias gerem acréscimo de 6 a 10 litros de água por segundo no abastecimento.

Segundo Betinho, as equipes já estão trabalhando para a implantação da nova rede. A expectativa é começar a obra nos próximos dias.

O prazo de execução ainda não está claro porque o estudo da obra não está completamente definido. No entanto, segundo Betinho, a previsão é terminar as melhorias ainda neste verão.

A solução definitiva para este problema é a nova Estação de Tratamento de Água (ETA), que será construída na localidade da Cristalina, sem prazo para início.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio