São Pedro é campeão dos Jogos Abertos Comunitários

Bairro fatura quinto título da competição

São Pedro é campeão dos Jogos Abertos Comunitários

Bairro fatura quinto título da competição

Mesmo uma semana antes de encerrar oficialmente os Jogos Abertos Comunitários de Brusque (Jacobs) – Troféu Jornal Município Dia a Dia 61 Anos, o São Pedro já pode soltar o grito de pentacampeão. A comunidade conquistou, por antecedência, o quinto título do evento. A conquista é ainda mais expressiva do que nos anos anteriores, já que o bairro está atualmente com quase 90 pontos a mais do que o vice-líder São Luiz.

Participando de todas as modalidades, a comunidade conquistou 24 troféus ao todo. Entre as conquistas, o bairro teve surpresas em modalidades as quais não era apontada como favorita, além de glórias nos esportes consagrados como ciclismo e atletismo.

Difícil de alcançar
Se no ano passado a confirmação do título do São Pedro demorou para vir devido a um crescimento meteórico do Águas Claras na reta final, o mesmo não aconteceu nesta edição. O bairro campeão disparou desde o primeiro ouro conquistado no dia 7 de agosto, e desde então ninguém chegou perto da pontuação dos líderes.

No ano passado, os campeões ergueram o caneco com um total de 127 pontos, apenas sete a mais do que o vice-campeão Águas Claras. Somente até a última noite, o São Pedro já havia acumulado 194 pontos, quase noventa pontos a mais do que o segundo colocado, São Luiz.

O aumento de modalidades foi bem aproveitado pelos pentacampeões. Se no ano passado o bairro conquistou cinco troféus de ouro, três de prata e cinco de bronze, a edição de 2015 serviu para a delegação faturar sete troféus de ouro, 12 de prata e cinco de bronze.

‘Fominhas’ das modalidades
A estratégia do São Pedro ficou clara desde o começo: Inserir moradores do bairro em todas as modalidades possíveis. A missão deu certo, já que, das 39 modalidades, os campeões não pontuaram apenas em dez. Nenhum outro bairro ou comunidade participou e pontuou em tantos esportes diferentes.

Com tanta gente competindo, as medalhas e os pontos vieram por consequência. Houve ouro nas modalidades as quais o bairro mais apostava, casos de ciclismo e atletismo masculino. O título também veio em apostas despretensiosas, como no caso da competidora Jaqueline da Silva. A moradora do São Pedro havia acabado de conhecer as regras do jogo de mesa ‘general’, e levou medalha de ouro para casa, a primeira do bairro nesta edição dos Jacobs.

Ascensão do São Luiz
Na segunda colocação até o momento, o São Luiz teve um crescimento considerável nos Jacobs em comparação com o ano passado. Se em 2014 a comunidade não figurou sequer entre os dez primeiros – finalizou na 14ª posição com 17,5 pontos – nesta edição o grupo fez quase seis vezes mais o número de pontos, e ainda subiu de elevador na classificação geral.

Os números do campeão
– 194 pontos em 29 modalidades
– 24 pódios conquistados
– 7 troféus de ouro
– 12 troféus de prata
– 5 troféus de bronze

Hegemonia no ciclismo

O ciclismo foi dividido em três provas nos Jacobs, e o São Pedro conquistou todas. As disputas de speed e mountain bike foram conquistadas por Alan Fischer, ciclista da comunidade. Além disso, no passeio ciclístico, o bairro foi o que mais reuniu integrantes e, portanto, também levou a melhor. Cerca de 50 pessoas participaram da prova representando o São Pedro.

ciclismo s pedro

Ouro no atletismo

A comunidade conquistou ouro também no atletismo masculino, já que os atletas foram os que mais venceram provas na modalidade. Destaque para os primeiros lugares no revezamento 4 x 100 metros e também na intensa prova de 3 mil metros individual.

atletismo s pedro

Quebra de tabu no handebol

Para faturar o ouro do handebol, o São Pedro teve uma missão e tanto: Derrubar uma equipe que há dez anos não perdia, o Centro. O objetivo foi concluído com a vitória por 19 a 14 e a conquista do título da modalidade.

Pensamento no futuro

O líder comunitário do São Pedro ainda nem levantou o troféu de campeão e já pensa na próxima edição dos Jogos Comunitários. É que Roberto Bodenmuller sabe que o segredo para faturar a maior competição poliesportiva de Brusque é a organização. “Já no começo do ano nós ligamos para os atletas e vemos a disponibilidade de todos. O negócio é pontuar em tudo, e conseguimos graças aos esforços de todos”, diz.

Bodenmuller aproveitou para parabenizar não só os atletas que deram o título ao seu bairro, mas também a todos os participantes. “Agradeço aqueles que fizeram essa competição acontecer. Todos que se deslocaram de suas casas até os locais das partidas merecem os parabéns. Espero poder contar com todos novamente nas próximas edições”, diz.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio