Sem Eydison, Bruscão joga contra o Camboriú precisando vencer

Partida será realizada em Brusque, no estádio Augusto Bauer

Sem Eydison, Bruscão joga contra o Camboriú precisando vencer

Partida será realizada em Brusque, no estádio Augusto Bauer

Ovelha bateu papo com o grupo antes do 'rachão'. / Foto: Cristóvão Vieira
Ovelha bateu papo com o grupo antes do ‘rachão’. / Foto: Cristóvão Vieira

O time do Brusque que enfrenta hoje o Camboriú está repleto de dúvidas, mas também tem uma certeza absoluta: A obrigação da vitória. Sem Eydison pela primeira vez na temporada – o atacante sentiu dores musculares e será poupado do jogo contra o Tricolor da Baixada -, a equipe vai se ajustando para ir em busca de seu primeiro triunfo no Campeonato Catarinense.

A obstinação pela vitória é por um motivo simples. A Cambura tem os mesmos objetivos do Brusque no campeonato, e qualquer ponto que o adversário conquiste em território quadricolor será lucro para os visitantes e prejuízo para os donos da casa.

Na tarde de ontem, o técnico Mauro Ovelha optou, novamente, por não realizar um treino coletivo, deixando ainda mais misteriosa a escalação dos titulares de hoje. Dos 11 jogadores que enfrentam o tricolor, somente seis têm vaga assegurada, enquanto cinco posições ainda não estão definidas.

Hora de amadurecer

Ovelha não escondeu a frustração pelo gol sofrido aos 46 minutos que tirou a vitória do Brusque contra o Metropolitano. Para o técnico, tanto o jogo da última rodada quanto os demais até aqui serviram para dar exemplos de como se comportar na partida. “Nós saímos frustrados e nos cobrando muito, mas isso faz parte.

Precisamos de mais concentração. Acho que agora temos maturidade suficiente para evitar os erros cometidos”, diz.

O técnico concorda que é hora de vencer, mas quer evitar a afobação. Principalmente por não contar com nomes importantes para a equipe, Ovelha diz ser necessário cautela. “Vamos fazer um bom jogo, mas pra isso tem que ser bem pensado, com inteligência”, explica.

Saída de Eydison

A surpresa do treino de ontem foi a ausência de Eydison. Com dores musculares, o atleta não acompanhou a equipe na atividade realizada no Augusto Bauer. Mauro Ovelha confirmou que ele está fora da partida, mas não apontou quem será seu suplente, mas negou que fará uma mudança tática. “Temos Alexandre Pedalada e Potita que podem suprir essa ausência. Se contássemos com Eliomar, poderíamos arriscar uma mudança tática, mas ele também não estará presente”, completa Ovelha. O meia Eliomar também está lesionado, e já não jogou contra o Camboriú. Paulinho é seu substituto.

As dúvidas já começam no gol. Wanderson, até o momento, não comprometeu o Bruscão nas três partidas que fez, mas João Paulo veio para o time com status de titular e inclusive foi o arqueiro dos três jogos-treino do quadricolor durante a pré-temporada. O goleiro já se apresenta recuperado da lesão, e pode assumir o posto a qualquer momento, dependendo da vontade da comissão técnica.

Na lateral-direita, João Neto e Arlan, alas de ofício, treinaram normalmente na tarde de ontem, mas Alemão vem agradando na posição, apesar de ser zagueiro de origem. Se algum dos laterais for escolhido por Ovelha para a titularidade, Maurício será sacado da zaga para o retorno de Alemão à sua posição. Cambará, recuperado de lesão, treinou com o grupo ontem e pode voltar à sua posição no lugar do questionado Éverton Cezar.

Com isso, duas formações se destacam. Iniciando com a mais provável, fica assim: Wanderson (João Paulo); Alemão, Clayton, Maurício e Aélson; Carlos Alberto, Éverton Cezar, Paulinho e Assis; Alexandre Pedalada e Giancarlo. A segunda é: Wanderson (João Paulo); João Neto, Clayton, Alemão e Aélson; Carlos Alberto, Cambará, Paulinho e Assis; Potita e Giancarlo.

Como vem a Cambura

Na lanterna e com apenas um pontinho, o Tricolor da Baixada quer surpreender o Bruscão no Augusto Bauer e deve contar com a estreia de atletas importantes que vieram como aposta do clube. Brasão, titular no ano passado na campanha a qual a Cambura foi vice-campeã do Catarinense Série B, pode fazer sua primeira partida no lugar do criticado Marcelo Quilder, mas não há certeza quanto a recuperação de lesão do atleta. Diante disso, a provável escalação é: Gabriel Zuchi (Rodrigo Rocha); Thoni, Lucas Montelares, Vítor Hugo e Badé; Duda, Serginho, Eurico e Hegon; Cadu e Aldair (Brasão).

Inter de Lages x Criciúma

Também sem vencer, o Colorado Lageano vislumbra o confronto contra o Tigre como uma boa oportunidade de deixar as últimas posições. Já o Criciúma quer a primeira vitória fora de casa, já que até agora só triunfou dentro do Heriberto Hülse. O técnico Waguinho Dias tem mais opções para enfrentar o time visitante, com a regularização de Valdo Bacabal e Éverton Júnior. O Tigre contará com o retorno de Roger Guedes, expulso contra o Brusque e que já cumpriu suspensão. O jogo será às 19h30.

Guarani x Figueirense

Depois de fugir do óbvio ao arrancar um empate contra a Chapecoense na Arena Condá, o Guarani quer vencer a primeira em Palhoça. O adversário será o Figueirense, que deve contar com grande torcida, já que a partida é na Grande Florianópolis. O Figueira vem embalado depois de uma vitória diante do Atlético-MG, mas deve contar com outros atletas para o confronto contra a equipe palhocense, como Júnior Oliveira no lugar de Gatito Férnandez.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio