Técnico da AD Brusque explica os motivos da pior campanha da Liga Ouro

Apresentação tardia, falta de treinamento físico e elenco incompleto são razões apontadas pelo comandante

  • Por Cristóvão Vieira
  • 6:20
  • Atualizado às 15:45

Técnico da AD Brusque explica os motivos da pior campanha da Liga Ouro

Apresentação tardia, falta de treinamento físico e elenco incompleto são razões apontadas pelo comandante

  • Por Cristóvão Vieira
  • 6:20
  • Atualizado às 15:45
  • +A-A

Última colocada com dez derrotas em dez partidas disputadas. Essa é a realidade da AD Brusque na Liga Ouro. Mesmo assim, prestes a começar o returno da competição nacional, o técnico do elenco não jogou a toalha. Alexandre Barros, o Bicudo, afirma que a equipe vai buscar a volta por cima nas próximas partidas.

Bicudo foi firme ao reconhecer o mau desempenho de seus comandados até o momento, mas que ainda dá tempo de buscar as primeiras posições. “Estamos envergonhados com nossa campanha. Nosso time, no ano passado, ganhou quase tudo no estado. Peço para que as pessoas não deixem de acreditar no nosso elenco, porque vamos fazer de tudo para dar uma resposta melhor”, completa.

A última derrota da equipe foi na terça-feira, para Blumenau, pelo placar de 102 a 73 – foi o único time a sofrer mais de 100 pontos até aqui na competição. A AD Brusque faz sua primeira partida pelo returno da Liga Ouro esta noite, contra Contagem Towers, a partir das 20h.

Motivos da campanha fraca
O técnico da AD Brusque aponta algumas razões para o fraco desempenho do time que atualmente figura na lanterna da Liga Ouro. Para ele, o principal problema foi o curto tempo de apresentação do elenco em comparação com o início da competição. “Nos apresentamos no dia 25 de fevereiro, e jogamos em 7 de março. Joinville, por exemplo, já estava treinando desde 15 de janeiro”, afirma.

Com isso, etapas importantes foram puladas nos treinamentos. O primeiro planejamento previu um trabalho tático e técnico, sem visar o treino físico, já que a competição se aproximava. Isso acarretou em queda de rendimento durante a partida, como explica Bicudo. “Nós fazemos bons primeiros quartos, até o meio do terceiro, mas a partir daí os atletas sentem a falta do preparo físico e os adversários se aproveitam”, completa.

Já na última semana, o planejamento foi repensado. Agora o time faz os treinos físicos para ter fôlego o suficiente durante as partidas. Mesmo assim, o efeito deste tipo de treinamento é de longo prazo, e resultados devem aparecer somente nas próximas semanas.

“O elenco foi sendo montado durante a competição, e isso foi complicando. A gente está numa fase triste, sabíamos que seria uma competição difícil, mas não do jeito que está. Estamos trabalhando e nos esforçando para reverter isso”, Alexandre Barros, o Bicudo, técnico da AD Brusque

Outro motivo atrelado ao baixo desempenho diz respeito a chegada de atletas durante a Liga Ouro, dois deles dispensados nos últimos dias. “O elenco foi sendo montado durante a competição, e isso foi complicando. A gente está numa fase triste, sabíamos que seria uma competição difícil, mas não do jeito que está. Estamos trabalhando e nos esforçando para reverter isso”, completa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio