Temperatura média em Brusque sobe 0,5 graus em 2017

Média foi de 22 ºC este ano; novembro foi o mês mais quente

Temperatura média em Brusque sobe 0,5 graus em 2017

Média foi de 22 ºC este ano; novembro foi o mês mais quente

A média de temperatura em 2017 em Brusque, conforme dados registrados até 24 de dezembro, foi de 22 ºC, meio grau maior do que em 2016, quando foi registrada temperatura média de 21,5 ºC.

Essa informação foi apurada por Ciro Groh, blogueiro de O Município, que possui réplicas de estações meteorológicas, as quais aferem as condições climáticas em Brusque e região.

No comparativo anual, a média de temperaturas em Brusque tem se mantido entre 21 e 22 graus, pelo menos desde 2013, quando as estações de Groh entraram em operação.

Em 2015, por exemplo, a temperatura média foi de 22,5 ºC. Em 2014 foi um pouco mais elevada, 22,9 ºC, e um pouco menor em 2013: 21,7 ºC.

As reclamações sobre calor excessivo, comuns a cada início de verão, não têm guarida nos números, segundo Groh, o qual explica que a temperatura em dezembro está dentro da média registrada nos últimos anos.

O mais frio e o mais quente

Os dados aferidos por Groh demonstram que, em Brusque, o dia mais quente de 2017 foi 16 de novembro, quando foi registrada temperatura de 38,5 ºC, no bairro Rio Branco.

Porém, a média mensal mais alta de temperatura não foi registrada em novembro de 2017, mas em fevereiro, que teve uma temperatura média de 27,3 ºC.

Por outro lado, o dia mais frio foi 19 de julho, quando a temperatura ficou em 2 ºC no bairro Santa Luzia. Esse mês, por sua vez, foi o que registrou a média mensal mais baixa em Brusque durante o ano de 2017: 17,9 ºC.

Maio é o mês mais chuvoso de 2017

Chuva durante o mês de maio superou os 300 milímetros | Foto: Ciro Groh/Arquivo O Município

As réplicas de estações meteorológicas de Ciro Groh também fornecem informações sobre o volume de chuva no ano. Conforme os dados aferidos, o mês de maio foi o mais chuvoso de 2017, com 302,1 milímetros de chuva.

O dia mais chuvoso foi 5 de janeiro, quando foram registrados 80 mm em 24 horas. Foi o primeiro temporal do ano, que provocou alagamentos, inundações e deslizamentos diversos no município. Algumas famílias tiveram que sair de casa.

Julho, o mês mais frio, também foi o menos chuvoso, com apenas 17,9 mm registrados.

Conforme os registros de Ciro Groh, 2016 teve mais chuva que em 2017. A média mensal neste ano foi de 123,7 mm, e no ano passado de 146,5 mm.

O tempo no início de 2018

Segundo a meteorologista Gilsânia Cruz, da Epagri/Ciram, que elaborou boletim sobre o clima durante o verão de 2018, especificamente até fevereiro, a estação deve ser marcada por chuva abaixo da média, com exceção da Grande Florianópolis e do Norte do estado, os quais devem ter chuva acima da média.

Conforme a meteorologista, em janeiro e fevereiro deverá ocorrer chuva de curta duração com maior frequência entre a tarde e noite, e por vezes na madrugada, com a média mensal é de 180 a 200mm no estado.

No que se refere à temperatura, o boletim da Epagri/Ciram informa que que a previsão é de que fique abaixo da média nos primeiros dois meses do ano, assim como em dezembro de 2017.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio