João Vítor Roberge

joao@omunicipio.com.br

Único time com vida resolvida na Série C, Brusque desacelera e foca em final

Luizinho Lopes escalou uma equipe mista, que tinha muito menos a perder neste sábado do que o São Bernardo

João Vítor Roberge

joao@omunicipio.com.br

Único time com vida resolvida na Série C, Brusque desacelera e foca em final

Luizinho Lopes escalou uma equipe mista, que tinha muito menos a perder neste sábado do que o São Bernardo

João Vítor Roberge

A derrota do Brusque para o São Bernardo neste sábado, 30, não pode ser considerada parâmetro para nada. Foi uma atuação ruim de um time que vive clima de comemoração pelo acesso e preparação para a final, contra uma ótima atuação de uma equipe que precisava do resultado e tratou o jogo com uma grande decisão. Era um amistoso para um e uma guerra para outro.

Não é que o Brusque tenha deliberadamente entrado de corpo mole. Mas após conquistar acesso e vaga na final com quatro vitórias consecutivas em jogos muito difíceis, é normal que a guarda esteja baixa. O Marreco entrou em campo com uma escalação mista, com alguns testes, e o que se viu em campo foi consequência de muitos fatores, inclusive este.

Por um ponto de vista minimalista ou essencialista, a temporada do Brusque está praticamente terminada. Só que ser campeão é o objetivo de todo time como o quadricolor atual. Após as quatro vitórias consecutivas, o momento é de recuperação, mas será necessário entrar com tudo nos dois jogos da decisão.

Nesta segunda fase, restam objetivos secundários. Primeiro, trazer o segundo jogo da final para Brusque. É algo importante, mas o quadricolor tem histórico de levantar troféus longe de casa. Algo visto, inclusive, na Série D de 2019. Segundo: chegar a 15 pontos e ser o clube com a melhor campanha na segunda fase da Série C com formato atual.

Poupar

Seria muito legal se o jogo contra o São José-RS, neste domingo, 8, tivesse o Brusque com todos os seus titulares. Afinal, é o reencontro após o acesso. Mas se Luizinho Lopes for pragmático como costuma ser neste tipo de situação, veremos mais uma partida em que o objetivo central não será a partida. Será poupar alguns jogadores, dar ritmo a outros e ter o grupo o mais completo possível para a final, em todos os aspectos.

Talvez seja o caso de dar menos minutos a jogadores como Olávio e Wallace. Matheus Nogueira, por exemplo, precisa ser poupado.

Basquete

O Brusque Basquete/KTO fez boa passagem pelo Oeste neste fim de semana, vencendo o Basket Joaçaba e a lanterna Acob, de Concórdia, por 62 a 46 e 75 a 59, respectivamente.

Já confirmada nas semifinais, a equipe brusquense volta à quadra às 20h30 desta quarta-feira, 4, contra a Adiee/Avaí, no ginásio Rozendo Lima, em Florianópolis.

Futsal

O Barateiro Havan Futsal perdeu por 3 a 1 para a Female neste sábado, 30, em Chapecó, no jogo de ida das quartas de final da Liga Feminina de Futsal (LFF).

O jogo de volta é às 19h30 da próxima sexta-feira, 6, em Luiz Alves. É necessário vencer a partida por qualquer placar para levar a disputa à prorrogação. Na prorrogação, o empate dá a vaga às semifinais para o Barateiro.


Assista agora mesmo!

Pizza fit de frigideira: uma receita rápida para qualquer hora do dia:


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo