Rodrigo Santos

Jornalista esportivo - rodrigosantos@omunicipio.com.br

A hora do mata-mata

Rodrigo Santos

Jornalista esportivo - rodrigosantos@omunicipio.com.br

A hora do mata-mata

O Brusque teve um fim de semana agitado com a saída do técnico Pingo, a classificação tensa para a segunda fase da Série D e a decisão a toque de caixa da diretoria em efetivar o auxiliar Jerson Testoni para o comando do time na Série D.

Primeiro, a saída de Pingo. O maior problema foram as declarações dele na noite de sábado, com o time em concentração, de que sua ida para o Joinville seria a concretização de um sonho e que teria interesse de assumir o time, que recém havia perdido para o Macaé e demitido o técnico Fabinho Santos. Ao mesmo tempo, o seu agente acertava as bases do contrato com o presidente Jony Stassum. Perguntei duas vezes para a diretoria do Brusque sobre a situação na manhã de domingo. Eles disseram que não sabiam de nada.

Pingo tinha o sonho de dirigir o JEC, e poderia ficar desempregado caso o Brusque não se classificasse (e ficou a 3 minutos disso). A diretoria do Bruscão, que não tinha contrato com multa fixada (e nem teria condição disso) ficou de mãos atadas e viu parte de sua comissão técnica ir embora. A decisão de não contratar novos profissionais foi rápida, até porque há uma chance do time só fazer mais duas partidas (esperamos que não).

Em campo, o Brusque mostrou que precisa ajeitar bastante seu ataque se quiser ir pra frente. O XV de Piracicaba virou um 3 a 1 para 4 a 3 em Rio Grande e o clube optou por não avisar no sistema de som para que os jogadores soubessem. Por sorte, uma casquinha de Ronaell na primeira trave terminou no gol de Careca, dando um alívio geral. O São José é um bom time, mas tem o mesmo nível do Bruscão. Mas o novo técnico tem a missão de fazer o ataque funcionar. Todo jogo tem um caminhão de gols perdidos.

O Brusque tem mais uma semana de trabalho até o próximo jogo, e muita coisa pra ajustar. Não sei o tamanho da mobilização do clube para efetivamente buscar o acesso, mas existe uma porta para entrar, em uma chave bem menos complicada que a do ano passado. Boa sorte ao Jerson, que vi começar no Bruscão na década de 90 como atacante, e depois um grande lateral-esquerdo. Tem um vínculo grande com o clube e muita vontade de mostrar bons resultados.


Chance
Analisando friamente: se o Brusque trouxesse outro técnico, ele teria poucos dias para conhecer e arrumar o time para o primeiro jogo do mata-mata (que estava marcado para este domingo). Jersinho, que tem grande vontade de seguir em frente na carreira de treinador, ganha uma oportunidade que poucos profissionais tem, pegando um time bom, que não está em crise, em fase decisiva. E se der certo, ganha pontos.


Segundona
Começa neste fim de semana a Série B do Campeonato Estadual, que dá duas vagas na elite do Catarinense em 2018. O torneio deveria ser sub-23, algo que discordo por se tratar de um campeonato profissional. Ontem, o Sindicato dos Atletas conseguiu uma liminar na Justiça do Trabalho derrubando essa regra. A alegação é que os jogadores acima da idade limite ficariam sem oportunidade para trabalhar.


Quase impossível
O Carlos Renaux tenta, neste domingo, uma reviravolta complicada na Copa Krona de Futebol Amador. Jogando no Augusto Bauer, precisa reverter um 4 a 0 do Metropolitano de Blumenau na partida de ida para conquistar o título. A bola rola as 15 horas.


Tapetão
Hoje deve sair a definição sobre o caso do São Raimundo do Pará, que paralisou o Brasileiro da Série D. O tapetão pode alterar vários dos confrontos do mata-mata, daí a necessidade de jogar as partidas de ida para a semana que vem. Independente do que acontecer, o confronto do Brusque com o São José não muda.


Sintético
O Bruscão jogará pela terceira vez no campo sintético do Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre. Nas outras duas vezes, também pela Série D, o time vem de bons resultados contra o São José, dono do estádio, e o Cruzeiro, que mandou suas partidas lá em uma temporada.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio