Culto dá início às comemorações dos 150 anos da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro

Programação segue até o próximo domingo, 12, com eventos nos municípios da região

Culto dá início às comemorações dos 150 anos da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro

Programação segue até o próximo domingo, 12, com eventos nos municípios da região

A celebração de solene culto de ação de graças, às 9h deste domingo, 5, na Igreja Evangélica de Confissão Luterana de Brusque, marcou o início das comemorações dos 150 anos de fundação da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro, na confluência do ribeirão Águas Claras com o rio Itajaí Mirim, em 10 de março de 1867.

O culto foi oficiado pelo pastor Edélcio Tetzner, pároco da Paróquia Bom Pastor. O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, o representante do governador Raimundo Colombo, Ewaldo Ristow Filho, e o deputado Serafim Venzon participaram. O prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, e seu vice, Valmir Zirke, acompanharam a celebração ao lado de suas esposas. O presidente do Conselho de Pastores de Brusque, Marcos Antônio da Silva Fagundes, também prestigiou o ato inaugural do Sesquicentenário, juntamente com o escritor radicado em Blumenau, Aloisius Carlos Lauth.

Tetzner declarou que “o Culto de Ação de Graças, na abertura das comemorações do Sesquicentenário de uma colônia multiétnica, como é o caso da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro, pôs em evidencia a religiosidade que ultrapassa barreiras e nos permite celebrar a vida, a história e a comunhão com Cristo”. O Pároco enfatizou que “olhar a história de um povo é sentir o seu legado, é reencontrar-se. Por isso, nosso reconhecimento e gratidão àqueles que desempenharam significativa contribuição cultural e social, educacional e religiosa para o desenvolvimento da nossa região”.

Em seu pronunciamento durante a celebração, o presidente da Comissão Organizadora do Sesquicentenário, historiador Paulo Vendelino Kons, lembrou o trabalho e a dedicação de milhares de imigrantes e descendentes que “ao longo de 150 anos transmudaram um humilde núcleo colonial nos prósperos municípios de Vidal Ramos, Botuverá, Brusque, Guabiruba, Nova Trento e parte de São João Batista”.

Kons destaca que “a bondade e a misericórdia de Deus marcam intensamente esses 150 anos, razão para abrirmos as festividades com um culto, pois somos imensamente gratos a Deus por esta história”.

O historiador lembra os tempos difíceis das primeiras décadas. “Os recursos e a tecnologia eram escassos, mas o sentimento fraterno, a solidariedade e a vontade de ajudar a alcançar os objetivos faziam a diferença”.

Imigrantes
Em 10 de março do não da graça do Senhor de 1867, o bacharel inglês Dr. Barzillai Cottle, por nomeação de Sua Majestade Imperial D. Pedro II, liderando 98 imigrantes de língua inglesa, vindos, em sua maioria, dos Estados Unidos, instalou a Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro, com o território dos atuais municípios de Botuverá, Vidal Ramos, Nova Trento (atingindo até a localidade do Krecker, em São João Batista) e margem direita de Brusque.

Além de receber em seus primeiros dois anos 370 ingleses, 259 norte-americanos, 246 irlandeses, 98 alemães, 82 franceses, 14 italianos, 9 escoceses, 9 suíços, 7 holandeses, 6 austríacos, 4 belgas, 2 espanhóis e 35 imigrantes de outras nacionalidades, na Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro chegaram também os 94 primeiros poloneses que emigraram para o Brasil: as 16 famílias originárias da região de Slansk (Silésia), em agosto de 1869. Após a unificação administrativa com a colônia Itajahy (margem esquerda de Brusque e Guabiruba), em 6 de dezembro de 1869, mais de 11 mil imigrantes de língua italiana, dentre os quais Amábile Lúcia Visintainer (Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus), se estabeleceram na Colônia Itajahy e Principe Dom Pedro, a partir de 1875.

Programação
A programação, que iniciou na manhã deste domingo, seguirá até a noite do dia 12 de março, e integra um projeto de resgate histórico e de valorização dos povos que colonizaram a região.

Um monumento em homenagem aos imigrantes será inaugurado às 9h do Dia do Sesquicentenário, próxima sexta-feira, 10, pelo Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança e outras autoridades, na Escola de Ensino Fundamental Padre Luiz Gonzaga Steiner, em Brusque.

Após conferência magna acerca do Sesquicentenário na mesma escola, a adoração ao Santíssimo Sacramento e a oração do Angelus, na Igreja Matriz São José, em Botuverá, a partir das 11h30.

Às 16h, sessão solene da Câmara Municipal de Nova Trento, seguida de caminhada memorial até o Cemitério e homenagem a Hyppolito Eugênio Boiteux.

Às 19h, solene missa em ação de graças, presidida pelo arcebispo metropolitano de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jöck, SCJ, na Igreja Matriz São Virgílio, também em Nova Trento.

No médio vale do rio Tijucas, em Colônia, São João Batista, o bispo Dom Vitus Schlickmann Roetger presidirá Santa Missa às 15h de sábado, 11, na Igreja São José, seguida da assembleia fundacional da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil, com a participação do Patrono da Associação, o Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança.

Culto oficiado pelo Conselho de Pastores de Brusque, às 19h30 de domingo, 12, na Igreja Evangélica Calvário, no Jardim Maluche, em Brusque, marca o encerramento das celebrações do Sesquicentenário.

Programe-se

Dia 9 de março de 2017 – Quinta-feira

►15h35 – Recepção ao Príncipe Imperial do Brasil DOM BERTRAND DE ORLEANS E BRAGANÇA, no Aeroporto Internacional Ministro Victor Konder e sobrevoo do rio Itajaí Mirim, da foz à nascente e hospedagem no Mosteiro Park Hotel (da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição)

►19h30 – Recepção e jantar familiar em Nova Trento na residência de Vilmar Bussolaro e Evani Franzoi Bussolaro

Dia 10 de março de 2017 – Sexta-feira
SESQUICENTENÁRIO DE FUNDAÇÃO DA COLÔNIA IMPERIAL PRÍNCIPE DOM PEDRO

►09h – INAUGURAÇÃO DO MONUMENTO DO SESQUICENTENÁRIO, na sede da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro, com a manifestação do Prefeito de Brusque, Dr. Jonas Oscar Paegle, e do Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança
Local: Escola de Ensino Fundamental Padre Luiz Gonzaga Steiner (sede provisória da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro)

►09h30min – CONFERÊNCIA MAGNA “A Construção da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro por centenas de imigrantes ingleses, estadunidenses, irlandeses, poloneses e mais de 11 mil de língua italiana” – Historiador Paulo Vendelino Kons e Escritor Aloisius Carlos Lauth
Local: Escola de Ensino Fundamental Padre Luiz Gonzaga Steiner

►10h30min – Deslocamento ao município de Botuverá

►11h30min – ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO, finalizado com o hino eucarístico Tantum Ergo Sacramentum (Tão Sublime Sacramento), composto por Santo Tomás de Aquino (1225-1274), entoado por Juliano Mazzola, sob os acordes do maestro Sidinei Ernane Baron, e Bênção Solene, na Igreja Matriz de São José, em Botuverá

►12h – ORAÇÃO DO ANGELUS, na Igreja Matriz de São José, e REPIQUE DE SINOS SIMULTÂNEO EM TODAS AS IGREJAS localizadas no território das colônias imperiais Itajahy e Príncipe Dom Pedro (Brusque, Botuverá, Vidal Ramos, Guabiruba, Nova Trento e comunidade Santo Agostinho do Krecker, em São João Batista)

►12h30min – ALMOÇO, com alocução do Prefeito de Botuverá, Senhor José Luiz Colombi

►14h30min – SOBREVOO do território da Colônia Imperial Príncipe Dom Pedro

►16h – SESSÃO SOLENE da Câmara Municipal de Nova Trento, presidida pelo Presidente da Mesa Diretora, Vereador Carlos Roberto Orsi, com pronunciamentos do Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, do Prefeito de Nova Trento, Senhor Gian Francesco Voltolini, do desembargador Carlos Alberto Civinski, do Historiador Paulo Vendelino Kons e do Professor Juliano Mazzola, seguida de caminhada até o Cemitério Municipal, homenageando a todos os construtores da sesquicentenária história com a deposição de uma coroa de flores na lápide tumular de Hyppolito Eugênio Boiteux, por Dom Bertrand, o Prefeito e o Presidente da Câmara Municipal de Nova Trento

►19h – SOLENE MISSA DE AÇÃO DE GRAÇAS, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, SCJ
Local: Igreja Matriz de São Virgílio, Nova Trento

►20h30min – Jantar, com alocução do Prefeito de Nova Trento, Senhor Gian Francesco Voltolini

Dia 11 de março de 2017 – Sábado

►Manhã – Visita aos santuários de Santa Paulina e Nossa Senhora do Bom Socorro, em Nova Trento

►15h – SANTA MISSA, presidida por Dom Vitus Schlickmann Roetger – Bispo Emérito da Arquidiocese de Florianópolis, seguida da Assembleia Fundacional da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil, com a participação do Patrono da Associação, o Príncipe Imperial do Brasil, Dom Bertrand de Orleans e Bragança
Local: Igreja São José e salão anexo, em Colônia, São João Batista

► Ao término, deslocamento do Príncipe Imperial do Brasil ao território da capital da ex-Província de Santa Catarina, Nossa Senhora do Desterro.

Dia 12 de março de 2017 – Domingo

►19h30 – CULTO EM AÇÃO DE GRAÇAS do Conselho de Pastores de Brusque – COPAB, na Igreja Evangélica Calvário (avenida Hugo Schlösser, Jardim Maluche/Brusque)

Contatos: (47) 999-979-581 / (47) 3251-1833 – bicentenariodaindependencia@gmail.com, paulo.kons@brusque.sc.gov.br

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio