Diante do Juventus Seara, Bruscão depende apenas de vitória simples para retornar à elite

Na véspera da partida decisiva, jogadores do Bruscão fizeram um trabalho de bola parada no Gigantinho

Diante do Juventus Seara, Bruscão depende apenas de vitória simples para retornar à elite

Na véspera da partida decisiva, jogadores do Bruscão fizeram um trabalho de bola parada no Gigantinho

Quis o destino que o Bruscão assumisse a liderança da Série B na penúltima rodada da competição. Agora, diante do Juventus de Seara, o Marreco terá a grande oportunidade de sacramentar o acesso à elite. A vitória na partida de hoje, às 20h30, no Gigantinho, garante o clube novamente entre os dez melhores do estado. De quebra, ainda dá ao Bruscão o direito de decidir em casa o título da segundona.

Por outro lado, a vida da equipe não está confortável. Com 34 pontos, o Marreco pode até mesmo ficar fora do grupo que ascende à elite se não fizer o papel de casa. Enquanto o time brusquense encara o Juventus Seara, paralelamente Camboriú e Tubarão também entram em campo para brigar por uma das duas vagas.

O Cambura, assim como o Brusque, depende apenas de si no duelo em casa, diante do Porto. Já o Peixe, com a mesma pontuação do adversário, precisa vencer o Operário Mafra, também em casa, e torcer por tropeço de um dos rivais. A equipe pode se classificar mesmo que Brusque e Camboriú vençam seus jogos, mas neste caso teria que tirar uma diferença de três gols de saldo do segundo colocado. Veja no destaque o que cada equipe precisa.

“É preciso inteligência”, diz Ovelha

Diante do Juventus de Seara, esta noite, o técnico Mauro Ovelha espera um jogo de paciência de seus comandados, mas sobretudo, muita inteligência. Para o treinador, os jogadores precisam botar na cabeça que não basta jogar bem, o que importa, mais do que tudo, é a vitória, indiferente de como ela vier. “É preciso que num momento como este você cresça mentalmente também. Entender que mesmo quando as coisas não acontecem como planejado é preciso inteligência para jogar dentro daquela situação e conquistar o resultado”, destaca. O mesmo pensamento tem o lateral-direito João neto. “Se ganharmos de 1 a 0, estamos na primeira divisão de volta”, observa.
“Jogo difícil”

Mauro Ovelha comenta que espera um duelo muito complicado essa noite. Para o técnico, das três equipes que lutam pelo acesso, o Brusque pega o adversário mais perigoso. Toda a atenção é pouco, segundo o treinador. “Talvez, de todos, o nosso adversário é o mais qualificado. Montou uma grande equipe para competição e precisamos ter muita atenção”, diz.

Para o confronto desta noite, o técnico faz um clamor: união de forças para que a equipe consiga o objetivo. “Precisamos de toda força possível. Este é o momento do torcedor abraçar a causa, pois dependemos de um jogo só para o acesso e temos que estar todos juntos”, observa.

Os atacantes Eydison e Jean Carlos também destacam a necessidade de apoio da torcida. “Esperamos casa cheia para irmos em busca deste objetivo”, declara o primeiro. “A gente confia que mesmo na segunda-feira o torcedor compareça e nos ajude. Só assim conseguiremos subir”, diz Jean Carlos.
Time terá um retorno

Para o jogo decisivo diante do Seara, o Bruscão terá um retorno importante. O zagueiro Cleyton volta após cumprir suspensão. Por outro lado, a equipe deve ficar sem Wendel. Lesionado ainda no começo da partida diante do Operário Mafra, o volante, substituto de Mineiro, está concentrado com o elenco, mas sua presença na partida ainda é incerta. O mais provável é que Faísca entre para fazer a função, a exemplo do que já ocorreu em Mafra. A expectativa é de que o Bruscão vá a campo com: Wanderson; João Neto, Cleyton, Rogélio e Flavinho; Carlos Alberto, Faísca (Wendel); Paulinho e Eliomar; Tony e Eydison.

5 motivos para apostar no Bruscão

1º Depende apenas de si
Não importa o que acontecer nos outros jogos, o Bruscão depende apenas de si para chegar ao acesso
2º Fator torcida
Jogando em casa, a torcida pode ser um diferencial para o Bruscão conseguir o objetivo
3º Adversários precisam vencer
Se tropeçar, o Bruscão ainda pode subir, caso Camboriú ou Tubarão percam seus jogos
4º Time só perdeu uma vez
Apesar de ter empatado 7 jogos no certame, o Marreco foi derrotado apenas uma vez em toda competição
5º Eliomar
Em grande fase, o jogador pode ser decisivo, a exemplo do que já ocorreu nos duelos diante Concórdia e Operário Mafra

5 motivos que preocupam

1º Campanha regular no Gigantinho
Embora não tenha perdido em casa, o Bruscão empatou metade dos oito jogos que fez no Augusto Bauer
2º Adversário perigoso
Dos três adversários que lutam pelo acesso, o Marreco pega a equipe mais perigosa
3º Pressão pelo resultado
A pressão pelo resultado pode prejudicar o rendimento dos atletas em campo, sobretudo em caso de vitórias parciais de Camboriú e Tubarão
4ºAtaque tem marcado poucos gols
Depois de golear o Concórdia na estreia de Ovelha, a equipe não marcou mais de um gol em nenhuma das três partidas seguintes
5º Ausência de volantes
Faísca tem característica mais ofensiva que Wendel e Mineiro, o que pode dar brechas para o contragolpe do Juventus de Seara

O que cada equipe precisa

Brusque
Vitória – Sobe indiferente de qualquer resultado
Empate – Torce por tropeço de Camboriú ou Tubarão
Derrota – Precisa que Camboriú ou Tubarão também saia derrotado

Camboriú
Vitória – Classifica desde que o Tubarão não vença e tire diferença de três gols de saldo
Empate – Avança à elite desde que o Bruscão perca por dois gols de diferença ou o Tubarão tropece
Derrota – Precisa que o Tubarão também sai derrotado

Tubarão
Vitória – Classifica desde que Brusque ou Camboriú tropece ou caso consiga tirar uma diferença de três gols de saldo do Cambura
Empate – Depende que uma derrota do Camboriú para subir
Derrota – Ainda tem chance, desde que o Camboriú seja goleado em casa pelo Porto e termine a rodada com saldo melhor que o rival.

tabela

 

gangorra

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio