Eleição de diretores das escolas estaduais de Santa Catarina ocorre no fim de novembro

Cerca de 45 Planos de Gestão Escolar foram apresentadas por profissionais que almejam ser diretores

Eleição de diretores das escolas estaduais de Santa Catarina ocorre no fim de novembro

Cerca de 45 Planos de Gestão Escolar foram apresentadas por profissionais que almejam ser diretores

No dia 26 deste mês serão eleitos os Planos de Gestão Escolar das escolas estaduais de Santa Catarina. Por meio deste processo, acontecerá a escolha para o mandato de quatro anos dos novos diretores das unidades. Na Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Brusque foram apresentados mais de 45 planos – uma média de um a dois candidatos por local. Apenas a Escola Básica Padre Lux, do bairro Azambuja, não enviou nenhum projeto.

O gerente regional de Educação da SDR, Rodrigo Cesari, diz que o envio dos planos foi significativo na região. Ele explica que somente puderam participar do processo, efetivos do magistério público estadual, profissionais que não tenham processo julgado, docentes que tenham cumprido 120 horas de curso de Gestão Escolar, e que não apresentaram cinco faltas injustificadas nos últimos cinco anos.

Cesari afirma que os processos foram avaliados por duas comissões – uma regional e uma estadual. Depois que o material foi postado no canal online (Webgesc), foi analisado por um júri regional e encaminhado para a homologação estadual. “Foram avaliados o que cada preponente tem para melhorar a comunidade escolar, que compreende a esfera pedagógica, administrativa, tudo o que vai elevar a qualidade de ensino”.

O gerente regional diz que no dia 27 deste mês já será divulgado o nome dos diretores escolhidos. O resultado estará disponível no site da Secretaria Estadual de Educação – www.sed.sc.gov.br. Além disso, ele conta que os eleitos poderão administrar a unidade de ensino pelos próximos quatro anos, podendo inclusive, escolher sua equipe.

Cesari, que também fez parte do júri da regional, afirma que as propostas foram excelentes. “Todas visaram a questão pedagógica, que é o coração da escola”.


Novo modelo

A escolha de um diretor por meio do plano de gestão escolar foi aplicada pela primeira vez em Santa Catarina neste ano. Para o gerente regional, essa metodologia representa uma vitória para a educação, além de facilitar o processo. “É uma gestão de escola democrática e participativa. Antes quem escolhia os diretores era um partido político, agora é eleição”, afirma.


Votação

A votação na escola que tem apenas um candidato, e consequentemente, um plano de gestão, será validada se os votos representarem 50% mais um. Já no caso de dois candidatos, será escolhido o que for mais votado.


Saiba mais

Em Santa Catarina foram 1.185 candidatos a diretores de escola que tiveram seus planos aprovados, por meio do decreto 1794/2013. O gestor escolhido assume no dia 2 de janeiro de 2016.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio