Família procura jovem desaparecido desde 2014

Mesmo desaparecido, Alex Capistrano foi a julgamento na sexta-feira, 20, por tentativa de homicídio contra seu padrasto

Família procura jovem desaparecido desde 2014

Mesmo desaparecido, Alex Capistrano foi a julgamento na sexta-feira, 20, por tentativa de homicídio contra seu padrasto

A família de Alex Capistrano, 26 anos, continua procurando por ele. O jovem está desaparecido desde agosto de 2014 e, desde então, não se teve mais notícias.

Diagnosticado com problemas emocionais, ele foi julgado na última sexta-feira, 20, por tentativa de homicídio, porém, o conselho de sentença desclassificado o crime para lesão corporal.

Com isso, todo o processo será encaminhado ao Juizado Especial Criminal da Comarca para que o restante do julgamento seja feito, situação a qual o juizado é competente.

Logo depois do desaparecimento, a família chegou a acreditar que Alex seria a pessoa que se jogou de uma ponte em Tijucas, entretanto, nunca teve a confirmação. “Não temos o corpo, então a promotora acha que ele está vivo”, diz a mãe, Eliane Regina dos Santos Schork.

Ela diz que a família já procurou o jovem em vários lugares, inclusive, foi feito registro de seu desaparecimento na Delegacia de Desaparecidos de Florianópolis.

A mãe afirma que Alex saiu de casa sem documentos e vestindo uma babylook cor de rosa, calça jeans skinny e bota. O jovem é diagnosticado com bipolaridade e ora age como Alex, ora como Alexia.

Quem tiver alguma informação, pode entrar em contato com a Polícia Militar pelo 190, ou então com a Polícia Civil pelos números 181 ou 197.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio