Pavimentação de trecho da avenida Beira Rio será concluída até o fim do ano

Após a conclusão da colocação do asfalto, será implantada a iluminação pública e as calçadas

Pavimentação de trecho da avenida Beira Rio será concluída até o fim do ano

Após a conclusão da colocação do asfalto, será implantada a iluminação pública e as calçadas

Segundo a Prefeitura de Brusque, os trabalhos de pavimentação de um trecho de 700 metros da avenida Beira Rio, no bairro Santa Terezinha, nos fundos da Unifebe, que iniciaram nesta semana, serão concluídos até o fim do ano.

Os serviços estão sendo executados com recursos próprios, e visam dar continuidade ao canal extravasor. Está sendo aplicada a massa asfáltica produzida na usina de asfalto municipal.

Anteriormente, porém, o município já havia feito a proteção das margens do rio com a colocação de pedras, e implantado a rede de drenagem, com bocas de lobo, e a base para o asfalto.

Segundo o vice-prefeito Ari Vequi, a obra será dividida em três etapas distintas. A pavimentação, que já iniciou, será concluída em um tempo estimado de 30 dias, se as condições climáticas estiverem boas.

A segunda etapa é a implantação da iluminação pública no local, e a terceira é a execução da obra das calçadas da nova Beira Rio. Ele afirma que, em relação a essas duas etapas, não há como garantir se ficarão prontas até dezembro.

O secretário de Obras, Ricardo de Souza, destaca que se trata de um projeto antigo, que está prestes a sair do papel.

“Foi um projeto que ficou aproximadamente dez anos interrompido e sabemos da relevância dessa via tanto como canal extravasor, quanto para melhorar a trafegabilidade. Agora, a empresa terceirizada dará sequência aos trabalhos, que devem se estender até a divisa com a cidade de Itajaí”.

Ele se refere ao outro trecho da Beira Rio que está em obras. Nesse caso, os trabalhos, feitos pela empresa Ramos Terraplanagem, de Blumenau, estão em fase inicial. Nessa obra, o financiamento é por meio do Badesc, no valor de pouco mais de R$ 3 milhões.

A empresa está executando a abertura do canal extravasor de um total de quase quatro quilômetros, e fará também 1,5 mil metros de calha viária. O tempo de contrato é de 12 meses.

Enquanto isso, a prefeitura terá que buscar recursos para fazer a pavimentação da via, que não está contemplada no financiamento feito junto ao Badesc.

Conforme o vice-prefeito, a ideia inicial do governo é executar a pavimentação por meio de recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), que serão solicitados ao governo do estado.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio