Festa de Azambuja quer recuperar fiéis

Tradicional festa acontece nesse final de semana

Festa de Azambuja quer recuperar fiéis

Tradicional festa acontece nesse final de semana

Neste fim de semana acontece a tradicional Festa de Nossa Senhora de Azambuja. O evento promete reunir fiéis de toda a região em louvor a Assunção de Maria, celebrada em 15 de agosto pelos católicos.
Para este ano, o desejo da organização da festa é voltar a reunir um grande público no santuário. Por muitos anos, a festa foi realizada todo dia 15 de agosto, dia que era feriado na região. Porém, há pouco mais de 20 anos, a igreja católica resolveu passar as comemorações desse dia para o primeiro fim de semana depois da data. Com isso, aos poucos, a festa, que recebia centenas de ônibus de toda a região, foi diminuindo o número de visitantes, mas mesmo assim, não perdeu a tradição.

“Hoje se fala muito em recuperar os visitantes que vinham até o nosso santuário. Pouco a pouco estamos trabalhando para isso”, diz o pároco do santuário de Azambuja, padre Alvino Milani.
Ele acredita que o incentivo ao turismo religioso é fundamental para que a Festa de Azambuja volte a ser o que foi no passado. “Trabalhamos junto com a Santur e precisamos de parcerias. O turismo religioso também é um investimento comercial, gera ocupação nos hotéis, gasto no comércio. É muito importante dar uma atenção nisso”.

Milani diz que já existe uma rota de turismo religioso em Santa Catarina que inclui Brusque, Joaçaba, Campos Novos, Nova Trento, Angelina, Bom Retiro, Santo Amaro da Imperatriz, Nova Veneza e Imaruí, e que constantemente os representantes destas cidades se reúnem para discutir melhorias no setor. “É uma iniciativa pioneira no Brasil, e aos poucos, este turismo integrado vai tomando forma. O primeiro resultado dessas reuniões foi a elaboração do guia com o roteiro das cidades”.

Para ele, a festa de Azambuja tem condições de voltar a ser um dos principais locais de peregrinação da região. “Aos poucos, a festa volta a ser o que sempre foi. Principalmente se o tempo continuar bom, com certeza, vamos atrair muita gente”, afirma.

Movimento
Na tarde dessa quinta-feira, 14, o movimento na montagem das barracas dos vendedores ambulantes era intenso. Segundo Milani, cerca de 200 barracas farão parte da festa. “Eles são o que chamam a atenção da população e lembram para festa. São barracas de todos os tipos, desde alimentos até produtos eletrônicos”, diz.

Neste ano, Milani destaca também uma novidade no tradicional almoço de domingo. “Desta vez, teremos prato típico a R$ 10. As pessoas podem escolher macarronada com salada ou arroz com carne e saladas. O buffet dava muito trabalho”.

Programação

Sábado
17h – Missa
19h – Missa
Após a missa acontece a procissão luminosa ao Morro do Rosário, em seguida show pirotécnico e início dos festejos

Domingo
Missas de hora em hora a partir das 7h30. Às 10h acontece a missa solene presidida pelo arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, com a presença dos festeiros e autoridades.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio