Grupo de servidores públicos de Brusque protesta por melhorias na educação

Manifesto surpresa reuniu cerca de 70 pessoas em frente à Câmara de Vereadores de Brusque

Grupo de servidores públicos de Brusque protesta por melhorias na educação

Manifesto surpresa reuniu cerca de 70 pessoas em frente à Câmara de Vereadores de Brusque

Um grupo de cerca de 70 manifestantes, em sua maioria servidores públicos municipais, protestou nesta quinta-feira, 11 de julho, no fim da tarde, em frente à Câmara de Vereadores de Brusque. Eles reivindicam, principalmente, valorização dos professores e coordenadores pedagógicos.

Pacificamente, o grupo parou algumas vezes o trânsito em frente à praça Sesquicentenário. Eles esperaram o encerramento de seus expedientes para vir à rua. “Essa é uma manifestação em apoio à greve nacional. Em Brusque, protestamos pela valorização do servidor. A verdade é que a propaganda que se faz é muito maior do que nossos beneficios reais. Hoje faltam professores em quase todas as escolas do município” disse o coordenador pedagógico, Valdori Locatelli.

“Acreditamos que a educação no Brasil só vai melhorar se a gente continuar na rua, manifestando”, afirma a professora e coordenadora pedagógica, Graciela Zirk. Ela contesta a forma com que a Secretaria de Educação propõe o plano salarial. “Um professor regular ganha o mesmo que um coordenador pedagógico, que possui muito mais atribuições. E ainda, um coordenador pedagógico que cuida de 40 crianças ganha o mesmo que outro, responsável por 400”.

Os coordenadores pedagógicos disseram ser os responsáveis pela implantação e reformulação de diretrizes curriculares da educação pública municipal, e também pedem valorização financeira extra para essa atribuição.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio