Moradores de Botuverá reclamam da cor da água que sai das torneiras

Líquido estava marrom na semana passada em algumas casas abastecidas pelo poço da prefeitura

Moradores de Botuverá reclamam da cor da água que sai das torneiras

Líquido estava marrom na semana passada em algumas casas abastecidas pelo poço da prefeitura

Por meio do Facebook, moradores do município de Botuverá queixaram-se sobre a cor da água que sai das torneiras das residências abastecidas pelo serviço de distribuição da administração municipal. Na semana passada, o líquido estava marrom em casas do bairro Pedras Grandes.

Morador do local há dez anos, o caldeirista Elinho Molinari percebeu o problema depois que tirou as roupas da máquina de lavar. Segundo ele, o incômodo é frequente e ocorre há cerca de três anos.

“A água ficou marrom durante umas cinco horas e depois aliviou. Já fui reclamar para a prefeitura, falei com o prefeito e agora parece que vão tentar resolver. Na casa dos vizinhos, teve gente que também perdeu roupa e cortina. As peças ficam manchadas porque tem ferrugem junto”, diz.

Além de utilizada no banho, na lavagem de roupas e na cozinha, a água do poço artesiano também serve para o consumo / Foto: Divulgação
Além de utilizada no banho, na lavagem de roupas e na cozinha, a água do poço artesiano também serve para o consumo / Foto: Divulgação

Além de utilizada no banho, na lavagem de roupas e na cozinha, a água do serviço de abastecimento da prefeitura também serve para o consumo. O Pedras Grandes está entre os oito bairros abastecidos pelo poço artesiano. O restante do município, por outro lado, recebe o líquido fornecido pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

Diretor de Água e Saneamento, Arno Carlos Wilbert afirma que o problema na água deve estar relacionado à sujeira que se acumulou no encanamento. Ele diz que quando os responsáveis foram até o local de captação, a água estava limpa.

“Eu estive no local verificando com o encanador. Como a água dos poços tem muito ferro, pode ter sido uma sujeira que acumulou nos canos e foi para algumas residências. Com o passar dos anos, a rede vai acumulando um resíduo e vai acontecendo alguns problemas”, afirma.

Embora o morador do Pedras Grandes afirme que o problema é frequente, Wilbert diz que durante os seis meses que está à frente do serviço de abastecimento, nunca havia constatado algo semelhante. Ele afirma também que, quando perceberem alguma anormalidade na água, os moradores devem entrar em contato pelo telefone 8498-5531.


Bairros abastecidos pela rede da prefeitura

• Águas Negras
• Beira Rio
• Bracinho
• Lageado
• Morro da Bitner
• Pedras Grandes
• Ribeirão do Ouro
• Saltos de Águas Negras

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio