Neotrentino herda 1,5 mil itens relacionados à Alemanha da Segunda Guerra Mundial

Coleção reúne cartas, livros, cartões postais, mapas e fotos de família na época do nazismo

Neotrentino herda 1,5 mil itens relacionados à Alemanha da Segunda Guerra Mundial

Coleção reúne cartas, livros, cartões postais, mapas e fotos de família na época do nazismo

Filho de um alemão com uma brasileira descendente de italianos, o neotrentino Friedrich Döring, de 30 anos, herdou uma coleção de quase 1,5 mil documentos da Alemanha no período da Segunda Guerra Mundial. São principalmente cartas, livros, cartões postais, mapas e fotos, que não só contam as histórias da família Döring na época como também parte do período histórico no qual a Alemanha foi levada ao fracasso por Adolf Hitler nos conflitos. Alguns artefatos, na verdade, datam de desde antes da Primeira Guerra.

Leia também:
Incêndios destroem cerca de 50 mil metros de vegetação em Brusque

Obras no pavilhão da Fenarreco estão cerca de 40% concluídas

Döring conta que não pretende vender a coleção e nem ampliá-la, mas gostaria de traduzir as cartas para formam um livro em formato de diário, mesmo sem falar o idioma de seu pai. “Encontrei uma senhora em Blumenau que conseguiria traduzir, dona Alda. Ela pôde fazer a tradução perfeita de alguns trechos de cartas que estão em uma caligrafia gótica, mas não cheguei a encomendar todas as traduções”, explica.

Algumas das cartas do acervo têm como remetente o tio do morador de Nova Trento, que era artilheiro da Marinha alemã nazista e se correspondia com seus pais. No total, são 364 cartas de família, todas datadas, que o herdeiro pretende mandar traduzir para montar o livro. Em álbuns, há também mais de mil fotografias, inclusive um álbum oficial das Olimpíadas de 1936, em Berlim, que imortalizou Jesse Owens. Na oportunidade, o atleta dos Estados Unidos conquistou nada menos que quatro medalhas de ouro.

Leia também:
Havan investe em eSports e na construção de gaming office 

Ciro Roza é multado em mais de R$ 240 mil pela Justiça

Na coleção, que é mantida na casa de seu dono, também há 150 cartões postais da Alemanha. São os únicos itens que o pintor elétrico pretende vender. “Tenho a intenção de vendê-los a 40 ou 50 reais cada um. Mas eles também estão escritos, talvez fosse legal traduzi-los. Estou procurando colecionadores”, conta.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio