Outubro Rosa: conheça a história de Eva de Vargas

Outubro Rosa: conheça a história de Eva de Vargas

Eva de Vargas

Idade: 59 anos
Bairro: Primeiro de Maio
Profissão: Aposentada

Natural do município de Três de Maio, no Rio Grande do Sul, Eva de Vargas descobriu o câncer de mama em um exame preventivo. Ela fez a mamografia em abril do ano passado e, para realizar o tratamento, mudou-se para Brusque, onde seus filhos moram.

Na cirurgia, ela precisou retirar a mama toda, e já não está mais fazendo a quimioterapia e a radioterapia. “Foi horrível, tive muitas reações, meu cabelo caiu. Nesse meio tempo, meu marido faleceu, e ele morava ainda no Rio Grande do Sul”, conta.

Para ela, o período em que teve a doença foi muito difícil: “Fiquei muito abalada, parecia que ia desabar o mundo”. Além do câncer, ela mudou de cidade e teve dificuldade para se adaptar, porém, agora diz que já está bem acostumada com Brusque.

“Eu me recuperei mesmo quando descobri a Rede Feminina. Eu cheguei ao fundo do poço, e aqui elas me levantaram. Foi minha nora que me incentivou a vir. No começo, era muito pesado falar sobre a doença, mas agora já é normal. Tenho muito apoio dos meus filhos e a companhia de meus dois netos.”

Veja também:
Dívida trabalhista do antigo HEM é de cerca de R$ 7 milhões

Prefeitura de Brusque ainda espera documentos para liberar construção do novo shopping

Presentes em quase todos os bairros, mercadinhos de Brusque mantêm clientela fiel

Memorial da fábrica de vasos Willy João Dietrich é o novo ponto turístico de Guabiruba

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Oktoberfest ultrapassa público da última edição com mais de 592 mil

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio