Prefeitura de Brusque contrata serviços terceirizados para limpeza de bocas de lobo

Alta demanda motivou município a contratar empresa que presta serviços de desentupimento por hidrojato

Prefeitura de Brusque contrata serviços terceirizados para limpeza de bocas de lobo

Alta demanda motivou município a contratar empresa que presta serviços de desentupimento por hidrojato

Desde o início do segundo semestre a Prefeitura de Brusque passou a contar com serviços terceirizados para uma das principais demandas da Secretaria de Obras: a limpeza e desobstrução de bocas de lobo e tubulação de água e esgoto.

Segundo o coordenador da Secretaria de Obras, Otávio Thomaz, trata-se de um serviço cuja demanda é bastante elevada na pasta. No mês de junho, por exemplo, foi feita a limpeza e desobstrução de 2,4 mil bocas de lobo, número que subiu para 2,8 mil em julho.

Ele diz que se trata de um serviço “que não acaba nunca”, porque a prefeitura precisa revisar sempre as tubulações, para evitar que fiquem obstruídas e causem problemas.

“É um serviço que nunca vai deixar de ser executado, se deixar assorear, quebra tubulação e provoca estragos”, afirma o coordenador da Secretaria de Obras.

Para suprir a demanda, foi contratada a empresa Caçamba Cidade Limpa, ao preço de R$ 471 mil, por 12 meses, que irá fornecer um caminhão com hidrojato – o único na região. Anteriormente, quando precisava deste tipo de equipamento, a prefeitura precisava contratar de uma empresa de Curitiba.

Conforme Otávio, o hidrojato é utilizado tanto para o desassoreamento da tubulação quanto para prevenção: ele serve para identificar quando há uma tubulação quebrada, que precisa ser trocada.

Ele explica que os encarregados da Secretaria de Obras verificam os lugares cuja situação é mais crítica para definir um cronograma dos serviços a serem executados com urgência. Outro cronograma contempla a manutenção periódica das bocas de lobo nos bairros.

Cronograma diário
Valter Floriani, diretor da empresa contratada, explica que o serviço de limpeza da tubulação com hidrojato é feito diariamente, a partir de solicitações da prefeitura.

Segundo ele, todo dia de manhã a prefeitura passa uma relação com os nomes das ruas e os pontos que precisam ser desassoreados.

A empresa vai até o local e executa o serviço, acompanhada por um fiscal da prefeitura. Floriani diz que o número de limpezas feitas por dia varia bastante.

“Como é um equipamento de altíssima potência, é rápida a desobstrução”, afirma, “quando tem muito assoreamento, é mais demorado. Tem dias que faz 20, tem dias que faz uma ou duas”.

Diversos fatores críticos
Os alagamentos constantes em Brusque, conhecidos da população, têm ligação direta com as características do relevo da cidade, o que torna imprescindível que as tubulações estejam desobstruídas para minimizar os problemas.

O presidente do Clube de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Brusque (Ceab), Carlos Beuting, foi questionado a respeito dos motivos que levam a cidade a ter alagamentos constantes, e disse que “a urbanização de Brusque ocorreu em um local excepcional onde muitos fatores críticos ocorrem simultaneamente”.

Cita, por exemplo, a existência de áreas muito planas e baixas, e um com relevo com elevados índices de declividade.

Ainda segundo ele, as chuvas em Brusque possuem variações muito acentuadas dos índices de precipitação, e a geologia do município apresenta solos “com capacidade de permeabilidade frequentemente reduzidas”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio