Prefeitura planeja melhorias no ajardinamento e limpeza dos espaços públicos

Expectativa é ampliar manutenção periódica com novos equipamentos

Prefeitura planeja melhorias no ajardinamento e limpeza dos espaços públicos

Expectativa é ampliar manutenção periódica com novos equipamentos

O serviço de limpeza e jardinagem da Secretaria de Obras de Brusque será um dos beneficiados pela compra do novo maquinário. Este é o tema de mais uma reportagem de uma série que aborda o reflexo da aquisição dos novos equipamentos para a população.

Os equipamentos serão comprados pela prefeitura devido a um empréstimo no valor de R$ 4,99 milhões, aprovado pela Câmara de Brusque.

Veja também: 
Comerciantes vencedores de licitação ocuparão os boxes do Terminal Urbano

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Motorista perde controle e carro tomba na saída da Via Expressa, em Blumenau

Segundo o diretor-geral de Obras, Nik Imhof, vários dos equipamentos impactam de alguma forma o ajardinamento e limpeza. Mas os principais são o caminhão toco, a retroescavadeira e o caminhão-pipa.

O caminhão-pipa representará um ganho no embelezamento da cidade, segundo Imhof. Atualmente, a prefeitura tem apenas um veículo desse tipo.

“Não sabemos se esse caminhão que temos vai estar disponível todos os dias, dá problema frequentemente. Ele não é usado somente nisso, também para molhar as estradas e outras atividades”, explica Imhof.

Um dos principais ganhos será a conservação das flores. Há meses, a Secretaria de Turismo assumiu a manutenção dos canteiros da área central, e isso inclui o plantio da vegetação.

Imhof afirma que a parceria é importante porque a Secretaria de Obras tem uma grande carga de trabalho e não tem o “olhar” tão voltado à estética. Já o Turismo, segundo ele, tem mais noção de quais flores plantar, onde e de qual forma.

A prefeitura tem investido no embelezamento, contudo, sem o resultado desejado, em parte, porque falta um caminhão-pipa mais eficiente.

“Hoje temos uma dificuldade muito grande porque fazemos a jardinagem, o plantio das flores, mas por não conseguirmos molhá-las, elas acabam secando e morrendo. A gente gasta um dinheiro que não é barato para deixar a cidade mais bonita e não conseguimos dar suporte”, afirma o diretor-geral.

Limpeza
O caminhão-tanque também é importante porque no interior do município ainda existem muitas estradas que precisam ser molhadas com certa frequência. Essas vias mais distantes também recebem manutenção periódica de “conserveiros”.

Imhof explica que o conserveiro é um funcionário que fica diretamente no bairro todos os dias. Ele não sai junto com a equipe da  secretaria.

Serviço de roçada também faz parte da limpeza urbana executada pela pasta | Foto: Secretaria de Obras de Brusque/Divulgação

Diretamente no bairro, ele tem a tarefa de cuidar de um trecho pré-determinado, por exemplo, dois, três ou cinco quilômetros. Também lhe cabe solicitar e informar a necessidade de reparos maiores que precisam de caminhões ou retroescavadeiras, por exemplo.

Veja também:
Moradores relatam envenenamento de animais em dois bairros de Brusque

Empresários cobram revisão do catálogo do patrimônio histórico de Brusque

Brusquenses comentam como é votar e se informar sobre as eleições no exterior

“É uma das coisas que mais funcionam porque não tem como eu levar sempre uma equipe até uma rua no interior da Limeira ou no Ribeirão do Mafra. É necessário manutenção constante, todos os dias tem buracos. Ao ir tapando, vai limpando”, diz o diretor.

A limpeza também inclui as roçadas, uma demanda muito frequente, principalmente, no verão. O caminhão toco é diretamente envolvido nessa atividade.

De acordo com Imhof, a expectativa da pasta é tornar o serviço de limpeza e de jardinagem mais eficiente para atender mais solicitações da população. O novo maquinário, conforme ele, propiciará melhores condições de trabalho.