Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Profissionais liberais e empresários negam convites de caciques para candidaturas em 2018

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Profissionais liberais e empresários negam convites de caciques para candidaturas em 2018

Raul Sartori

Lamúria geral
Ouve-se de notórios caciques políticos de SC, principalmente aqueles que já preveem um comportamento rebelde do eleitor em outubro, uma lamúria só. Dizem que estão fazendo convites para “gente nova” e conhecida (principalmente profissionais liberais e empresários) se filiarem a seus partidos e se lançarem candidatos, em especial para deputado estadual. E quase unanimemente estão recebendo nãos. Negativas que tem suas fortes razões, mas que é uma atitude que só piora a política mais do que está, entregando-a a desqualificados.

Senha do poder
Quando Pinho Moreira toma alguma atitude que o desagrada, o governador licenciado, Raimundo Colombo, sinaliza com uma atitude: silêncio total. Dias depois, algo aparece para reaproximá-los.

Muro
Apesar da ofensiva de alguns deputados estaduais, como Natalino Lázare, Maurício Skudlark e Marcos Vieira, que protocolaram pedidos de revogação do título de cidadão catarinense concedido no último sábado ao ex-presidente Lula, a grande maioria dos seus colegas permanece silente, em cima do muro, acovardada, torcendo para que a página seja virada.

Refis
Presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, o deputado federal Jorginho Mello (PR-SC) informa que foi marcada para 17 de abril a votação para a derrubada do veto presidencial que impediu a criação do Refis para as micro e pequenas empresas brasileiras. São 600 mil pequenos negócios que estão em débitos com a Receita Federal.

Turistas no Brasil
O Brasil registrou, ao longo de 2017, o maior número de entradas de estrangeiros no país em toda a sua história. No total, 6.588.770 turistas desembarcaram. São Paulo foi a principal porta de entrada, com 2.144.606, e o Rio em segundo, com 1.355.616. Em terceiro foi o Rio Grande do Sul, com 1,27 milhão. O estado vizinho foi, na verdade, apenas uma rota de passagem para milhares de argentinos e uruguaios com destino a SC.

Reitor
Será hoje, das 8 às 21 horas, a consulta pública à comunidade universitária (alunos, técnicos e professores) para a escolha do 13º reitor da história da UFSC. Se houver segundo turno, será dia 11 de abril. Três nomes concorrem ao cargo deixado vago pelo professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo: Edson Roberto De Pieri, 57 anos; Irineu Manoel de Souza, 80; e Ubaldo Cesar Balthazar, 62.

Horror, o horror
A 2ª Câmara Criminal do TJ-SC fixou em 30 anos de reclusão, em regime inicial fechado, a pena aplicada a um homem que estuprou sua neta durante oito anos. O crime começou quando ela tinha sete anos e perdurou até a adolescência, quando ela engravidou e submeteu-se a um aborto.

Desperdício
No lançamento do Plano de Desenvolvimento SC 2030, anteontem, o governador Pinho Moreira disse que “nova governança” significa combinar austeridade fiscal com ações seletivas voltadas ao desenvolvimento. E deu um exemplo de descontrole do gasto público, citando que, nas 15 agências de desenvolvimento regionais (ADRs), extintas, havia 137 veículos do estado e cerca de 40 locados. “Eram diárias, combustível e manutenção que não fazem falta.” O contribuinte agradece.

Na conta
A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa reúne-se hoje para decidir sobre projeto do deputado Fernando Coruja (MDB) que estabelece prazo para os repasses governamentais para o Fundo Estadual da Saúde. Determina que os valores devidos sejam disponibilizados na forma de duodécimo, similar aos repasses feitos aos poderes estaduais.

Maternalismo
Termo novo que vem do inglês, o maternalismo quer estabelecer discussões sobre maternidade e patriarcado. O tema mobiliza parte da produção da artista visual Silvana Macêdo, que se prepara para uma mostra em O Sítio, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis. As fotografias e videoinstalação enfocam justo os anseios e direitos femininos que buscam conciliar a maternidade e a realização pessoal.

No batente
Difícil de acreditar, mas estes são dias de trabalho, embora leve, no Congresso Nacional. Segunda-feira aprovou-se regime de urgência para dois projetos. Um deles proíbe, em todos os casos, o casamento de menores de 16 anos. O outro permite que avós tenham folga remunerada do trabalho por cinco dias após o nascimento de neto sem pai declarado.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio