Rio Itajaí-Mirim deve atingir seu pico por volta das 23h deste domingo, 22 de setembro

Defesa Civil trabalha com a possibilidade de atingir a marca de 7,5 a 8 metros

Rio Itajaí-Mirim deve atingir seu pico por volta das 23h deste domingo, 22 de setembro

Defesa Civil trabalha com a possibilidade de atingir a marca de 7,5 a 8 metros

O Grupo de Ações Coordenadas voltou a se reunir no fim da tarde deste domingo, 22 de setembro, para avaliar as situações apresentadas no decorrer do dia e projetar as ações para as próximas horas. Após análise do sistema de telemetria, e do diagnóstico dado pela equipe técnica, com o apoio do pesquisador da Epagri/Ciram, Carlos Alberto Rockenbach, a Defesa Civil de Brusque trabalha com a possibilidade de o rio Itajaí-Mirim atingir a marca de 7,5 a 8 metros por volta das 23h.

O órgão continua em estado de alerta e apesar da redução no volume de chuvas, os moradores devem permanecer atentos e evitar áreas de risco. Até o momento, foram registradas 26 ocorrências, a maioria relacionada a deslizamentos, que deixaram 36 pessoas desalojadas – ou seja, que saíram de suas residências e permanecem nas casas de parentes e amigos. A Secretaria de Assistência Social e Habitação, que montou um abrigo provisório, destaca que não houve nenhum desabrigado.


Para a segunda-feira, 23 de setembro, a previsão é de que as águas já tenham baixado. Apesar disso, a Avenida Beira Rio permanecerá interditada para que a Secretaria de Obras possa executar as ações de limpeza. A Secretaria de Trânsito e Mobilidade informa que a Rua Adriano Schaeffer será transformada em mão dupla durante o período e os motoristas que trafegarem pela região central devem estar atentos às alterações no tráfego.

O prefeito de Brusque, Paulo Eccel, agradeceu novamente a participação e o engajamento de todas as entidades e organizações públicas presentes no Grupo de Ações Coordenadas, ressaltando a importância da união de esforços em prol da comunidade. Já o representante da Epagri/Ciram elogiou a organização de Brusque na mobilização preventiva e enalteceu as obras do PAC Macrodrenagem, que fizeram efeito em diferentes bairros evitando o alagamento de regiões que enfrentavam o problema há anos.

Uma nova reunião foi marcada para esta segunda-feira, 23 de setembro, a fim de que os participantes do grupo possam deliberar sobre novas ações preventivas na cidade.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio