Rogério Perrô deixa de ser prioridade para o comando técnico do Brusque FC

Quadricolor não espera resposta do treinador e sai ao mercado em busca de novo treinador para a Divisão Principal

Rogério Perrô deixa de ser prioridade para o comando técnico do Brusque FC

Quadricolor não espera resposta do treinador e sai ao mercado em busca de novo treinador para a Divisão Principal

O Brusque está no mercado em busca de um novo treinador. O diretor de futebol do clube, Carlos Beuting, confirmou que o quadricolor está atrás de um técnico para comandar a equipe na elite do campeonato estadual. 

O dirigente não descartou a renovação com Rogério Perrô – que esteve à frente do Marreco na campanha do acesso à Série A – mas diz que o treinador perdeu a prioridade que tinha dentro do clube. “O Perrô nos pediu um tempo, e demos, era um direito, mas agora não depende mais dele”, afirma o diretor de futebol do Bruscão. 

Rogério Perrô havia declarado em entrevista ao MDD que precisava resolver problemas particulares. O técnico afirmou que manteria contato com a diretoria e daria uma resposta sobre sua permanência até o dia 25 deste mês, mas os dirigentes do quadricolor resolveram não esperar. O clube chegou a ir atrás do treinador Tarcísio Pugliesi, que comandou o Guarani de Campinas na Série C do Campeonato Brasileiro. “O alto valor financeiro emperrou o negócio”. 

Caso a diretoria não renove com Rogério Perrô, Pingo, que treinou o Juventus de Jaraguá do Sul na Divisão Principal do ano passado, pode assumir o comando da equipe. Mas os dirigentes brusquenses também negociam com um treinador do Rio Grande do Sul, que seria a prioridade entre os três. “É um treinador dinâmico, com boa relação com jogadores e que sempre tivemos interesse no trabalho dele”, afirma Beuting.

Reformulação
A expectativa do Brusque é anunciar o nome do treinador até esta quarta-feira (20). Junto com ele, a diretoria espera definir a situação de outros atletas que ainda não renovaram contrato com o clube para a disputa da Divisão Principal. 

Dos dez nomes que o Brusque tinha interesse, apenas Serginho e Eurico acertaram até o momento. O zagueiro Negueti, o volante Fabinho, o meia Santos e os laterais João Paulo e Saraiva não aceitaram a proposta quadricolor e já deixaram a equipe. 

A principal expectativa fica em cima do atacante Eydison. Ele fez uma contra-proposta ao clube que está sendo avaliada pela diretoria. O goleiro Fabão também deve ter o vínculo renovado. O Brusque ainda tenta manter o meia Junai e o zagueiro Cleyton. Leandro Mancha, com contrato vigente, segue no clube. 

Além da negociação para renovação, a diretoria do Brusque também pretende fechar com dois reforços até amanhã. “Fizemos alguns contatos e podemos finalizar a qualquer momento. Até quarta-feira devemos apresentar pelo menos dois laterais”, diz Beuting.

O Brusque também negocia a contratação de um segundo volante que estaria jogando no futebol nordestino. A expectativa da diretoria quadricolor é de que o clube inicie a pré-temporada 40 dias antes da estreia no estadual. A previsão é de que os trabalhos comecem em 16 de dezembro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio