Samae estuda criação de ETA compacta e reservatório no bairro Limeira

Bairro seria o único a manter estrutura de tratamento de água após conclusão da ETA da Cristalina

Samae estuda criação de ETA compacta e reservatório no bairro Limeira

Bairro seria o único a manter estrutura de tratamento de água após conclusão da ETA da Cristalina

O Sistema Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Brusque (Samae) anunciou nesta semana que estuda não apenas manter o funcionamento do sistema de abastecimento de água isolado do bairro Limeira, mas também construir na localidade uma estação de tratamento de água (ETA) compacta.

Segundo o diretor-presidente do Samae, Dejair Machado, esta seria a única estação mantida em Brusque além da futura ETA da Cristalina. A meta é dobrar a capacidade de produção de água, que atualmente é de 80 metros cúbicos por hora.

Veja também:
Dr. Jonas sinaliza que quer a reeleição e Ari Vequi não descarta concorrer a prefeito

Justiça obriga Detran a renovar CNH de morador de Brusque

Brusque é cotada para receber Colégio Militar

Além da ETA, a intenção é construir um reservatório com capacidade para um milhão de litros. O investimento projetado pra as duas estruturas gira em torno de R$ 3 milhões. Machado explica que uma empresa de Blumenau já inicia a parte de planejamento. “Desta forma, toda a região da Limeira estará 100% abastecida, e nós não precisaremos levar a água da ETA da Cristalina para lá”.

No planejamento inicial, o prazo é de entrega após 12 meses assim que as obras iniciarem.

Bom volume de água
Um estudo realizado pelos especialistas do Samae constatou que o volume de água que é captado no bairro Limeira é considerado alto, capaz de ser autosuficiente para a comunidade local.

“É tão bom que foi o único ponto não atingido pelo período de estiagem. O que tem que fazer é aumentar a captação, fazendo esta ETA compacta, diferente da convencional mas muito útil para regiões menores”.

A ETA compacta, também conhecida como Estação Compacta de Tratamento de Água (ECTA) pode ser utilizada para tratamento de águas superficiais e subterrâneas. A estrutura é muito utilizada para construções privadas, como loteamentos, shoppings, hotéis e outros empreendimentos com demanda de água potável.

Veja também:
Árvores quebradas por vândalo no bairro Guabiruba Sul voltam a crescer

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Empresário de Blumenau descobre que funcionário é o irmão perdido há 31 anos

Conforme explica Machado, a nova estação também atenderia a parcela da comunidade que vive em pontos mais altos do bairro Limeira. “Existem alguns problemas no abastecimento de pontos elevados, como por exemplo no loteamento Cyro Gevaerd. Isso seria solucionado com a nova ETA e o reservatório”.

Sistema isolado do Volta Grande é mantido
Nos últimos meses, o Samae chegou a cogitar a descontinuidade do sistema isolado da localidade de Volta Grande, no bairro Bateas. Com o período de estiagem, o local ficou quase que completamente desabastecido de água.

As chuvas recentes, contudo, fizeram com que a autarquia repensasse a atitude, já que houve reabastecimento. “Nós vamos manter o sistema isolado do Volta Grande até que a ETA da Cristalina ainda não esteja pronta”, afirma Machado.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio