+

UBSs de Brusque receberão novas equipes a partir de fevereiro para aliviar problema de demanda

Secretária de Saúde explica planejamento para melhorar capacidade de atendimento

UBSs de Brusque receberão novas equipes a partir de fevereiro para aliviar problema de demanda

Secretária de Saúde explica planejamento para melhorar capacidade de atendimento

A Prefeitura de Brusque planeja que 16 novas equipes passem a atender nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) já em meados de fevereiro, com recursos provenientes do Ministério da Saúde. De acordo com a secretária de Saúde, Thayse Rosa, a administração tem ciência dos problemas atuais nas unidades, que não têm capacidade para atender a demanda.

Ao jornal O Município, usuários relataram que não conseguiram atendimento em duas UBSs, no São Pedro e Steffen. De acordo com os pacientes, mesmo chegando às unidades durante a madrugada, eles não foram atendidos, já que havia limite no número de consultas médicas.

Esse tipo de reclamação tem se repetido ao longo dos anos em Brusque, já que a demanda de pacientes que procuraram as unidades é maior de que a capacidade de atendimentos. Com isso, mesmo quem vai até a UBS de madrugada e pega fila não tem garantia de atendimento.

Conforme a secretária, os fluxos de atendimentos das UBSs são organizados conforme a área de abrangência de cada unidade. Elas realizam atendimentos de queixas agudas, de leves a moderadas. Essa classificação de atendimento é realizada no acolhimento e triagem, que vai encaixando as urgências com os horários já agendados de rotina como pré-natal, puericultura entre outras, mas a demanda está sendo maior que a oferta.

A secretária afirma que a saúde estava “colapsada” quando a atual administração assumiu, em agosto do ano passado, mas admite os problemas.

“O número de consultas em algumas UBSs está condicionado a quantos pacientes cada médico consegue atender diariamente, as consultas podem levar de 20 minutos a uma hora. Entendemos que a capacidade está aquém das demandas e, desta forma, não temos medido esforços para ampliar esta capacidade”.

Novas equipes

De acordo com a secretária, 29 equipes vão começar a atender nos próximos meses, 16 a partir de 19 de fevereiro e o restante em março. Elas atenderão UBSs que têm mais de 4 mil residentes, cumprindo orientação do Ministério da Saúde. Além disso, a maioria das unidades passará a atender das 7h às 19h.

“Estas equipes são compostas por médicos, enfermeiros, técnicos e agentes comunitários de saúde, que juntos identificam os principais problemas de saúde e situações de risco às quais a população que ela atende está exposta, presta assistência integral aquela população, organizando o fluxo de encaminhamento para os demais níveis de atendimento, quando se fizer necessário”, detalha Thayse.


Assista agora mesmo!

PINK LEMONADE SAUDÁVEL: DRINK SEM ÁLCOOL PARA REFRESCAR O SEU VERÃO:


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo