Estabelecimentos de Brusque registram aumento na procura por garrafões de água

Compra de bombonas é alternativa ao frequente desabastecimento em algumas regiões da cidade

Estabelecimentos de Brusque registram aumento na procura por garrafões de água

Compra de bombonas é alternativa ao frequente desabastecimento em algumas regiões da cidade

A constante falta de água que ocorre em Brusque desde o fim do ano passado faz com que os moradores tenham que comprar garrafões de água de 20 litros para beber, cozinhar e também fazer as atividades diárias como lavar a louça, a roupa e tomar banho, já que não dá para contar com a água da torneira todos os dias.

Naturalmente, o período do verão faz com que as vendas das bombonas de água de 20 litros aumentem em mercados da cidade. Entretanto, alguns estabelecimentos perceberam um aumento ainda maior neste ano, reflexo, principalmente, dos problemas com a rede de água do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Brusque (Samae).

No Mercado Dellagnolo, no bairro Dom Joaquim, um dos mais afetados pelos problemas no abastecimento, a venda dos garrafões de 20 litros praticamente dobrou nas últimas semanas. “A procura começou a ficar maior depois da virada do ano. Percebemos um aumento significativo, não só de 20 litros, mas também as de 5 e 10 litros”, diz o gerente do estabelecimento, Tiago Amorim.

Veja também:
Governo Jonas e Ari não cumpriu 41% das promessas de campanha até a metade do mandato

Janeiro tem a média de temperatura mais alta dos últimos sete anos em Brusque

Opinião do jornal: “Crise hídrica é atestado da incompetência do Samae”

De acordo com ele, o estabelecimento vende, em média, 80 bombonas de 20 litros a cada dois dias. Nos meses considerados normais, ele diz que o comum é vender em torno de 30 garrafões.

“O consumo realmente está bem alto porque as pessoas não estão levando só para beber, mas para usar para atividades de rotina também”, afirma.

A proprietária do Mercado KM, Kassia Zanon, destaca que em seu estabelecimento, localizado no bairro Souza Cruz, a procura também cresceu desde o fim do ano passado. “A procura está bem maior nesses últimos meses, e não aumentou só o do garrafão de 20 litros, de 5 e 10 litros também está tendo bastante procura. Percebemos que está bem maior do que no mesmo período do ano passado.”

Nos Supermercados Carol também foi sentido um aumento na venda de água, principalmente na unidade do bairro Dom Joaquim.

O responsável pelo setor comercial da rede diz que o aumento da procura pelo produto foi geral. “Temos duas marcas de 20 litros em nosso estabelecimento. Em dezembro vendemos 5 mil bombonas de uma marca e 2 mil de outra nas oito lojas da nossa rede. É um número bem alto. Em novembro, por exemplo, vendemos mil bombonas de uma das marcas, praticamente dobrou a procura. Com certeza é reflexo da falta d’água.”

Veja também:
Viroses estão entre as principais causas de atendimento nos pronto-socorros na região

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Alertablu prevê novos temporais para sexta-feira e sábado em Blumenau

O gerente de compras do Supermercados Archer, Udo Wandrey, diz que, na rede, a procura pelas bombonas de água teve um aumento natural que acontece em todo o verão.

“Para nós, é natural aumentar a procura pela água no verão, mas não percebemos nada acima do aumento do ano passado. Chega janeiro, fevereiro a procura triplica, todo ano acontece, então para nós está dentro da normalidade.”

O preço da bombona de 20 litros varia entre R$ 6,25 a R$ 6,50.