A inovação é fator fundamental para a geração de riquezas, mas nenhum
país consegue inovar sem uma boa base educacional. Ano a ano, o Brasil
sente os reflexos da falta de competitividade com o mercado internacional,
fruto, em parte, da baixa escolaridade de sua mão de obra.

Sabendo dessa realidade que afeta 69% das empresas do país, segundo a
Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Município Dia a Dia apresenta uma
série de reportagens especiais que mostra como as empresas de Brusque e região
têm buscado driblar esse problema, destacando exemplos de trabalhadores
que, por meio da qualificação, estão conseguindo mudar de vida.

A inovação é fator fundamental para a geração de riquezas, mas nenhum país consegue inovar sem uma boa base educacional. Ano a ano, o Brasil sente os reflexos da falta
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês