+

Jocimar dos Santos já foi acusado de cobrar 10% do salário de assessores em Jaraguá do Sul

O vereador de Brusque foi investigado pelo Ministério Público; caso foi arquivado em fevereiro

Jocimar dos Santos já foi acusado de cobrar 10% do salário de assessores em Jaraguá do Sul

O vereador de Brusque foi investigado pelo Ministério Público; caso foi arquivado em fevereiro

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) já investigou o vereador Jocimar dos Santos (DC) por improbidade administrativa. O caso foi aberto em 2015, em Jaraguá do Sul, quando ele era vereador no município. Na época, Jocimar atendia pelo nome Jocimar de Lima e o DC ainda se chamava PSDC.

A investigação iniciou em outubro daquele ano, quando Jocimar denunciou uma ex-assessora e o marido dela por extorsão. Contudo, em novembro de 2015, a mulher afirmou em depoimento que o vereador cobrava até 10% dos salários dos assessores para que fossem mantidos nos cargos. Assim, Jocimar passou a ser investigado.

Conforme documento, a ex-assessora trabalhou com Jocimar de 2013 a setembro de 2015. Ela afirmou que “não só ela como os demais funcionários do gabinete do vereador, sempre encaminham uma parte do salário para o vereador; que deu dinheiro para ele para continuar trabalhando no gabinete dele; que afirma que era obrigada a dar de 05% a 10% do seu salário ao vereador e por último já passava de 10% do seu salário, pois caso contrário iria lhe demitir”.

A 6ª Promotoria de Justiça ouviu ex-funcionários e cabos eleitorais do vereador, ou seja, pessoas que assumiram cargos na prefeitura com indicação dele. Também, foram analisados extratos bancários.

Após quase dez anos, o caso foi arquivado. Conforme o promotor responsável Ricardo Viviani de Souza, a maioria dos funcionários ouvida negou ter sido forçada a contribuir com uma parte de seus salários. Eles argumentaram contribuírem de forma voluntária, visando objetivos partidários.

Caso arquivado

O documento de arquivamento é datado em 14 de fevereiro de 2023. O promotor justificou que não havia mais a possibilidade de responsabilização por ato ímprobo devido à prescrição do caso.

Jocimar foi vereador em Jaraguá do Sul entre 2013 e 2016. Então, para efeitos de lei, ele deveria ter sido responsabilizado até cinco anos após o término do mandato.

Também, o promotor ressalta que não houve relato de que a situação tenha resultado em prejuízo aos cofres públicos para que fundamentasse a busca por uma compensação.

Além disso, Ricardo justificou que a indefinição da investigação no prazo ocorreu pelo alto volume de trabalho da 6ª Promotoria de Justiça. Ele também justificou que, entre 2016 e 2019, atuou na coordenação estadual da campanha “O que você tem a ver com a corrupção?”, além de que, em 2021, passou a integrar o Grupo Especial Anticorrupção de Joinville, o que interferiu no tempo dedicado a tal promotoria.

Leia mais:

“Qualquer relacionamento político com vereador Jocimar está cortado”, diz prefeito André Vechi
Justiça de Brusque estipula fiança para libertar vereador Jocimar dos Santos; saiba valor e condições
Jocimar dos Santos é terceiro vereador preso em Brusque na história
Suplente que denunciou Jocimar conta tudo o que aconteceu antes, durante e depois da prisão do vereador
Repercussões da prisão de Jocimar: DC diz que “não imaginava”, enquanto oposição quer cassação

Jocimar dos Santos preso

A prisão do vereador Jocimar dos Santos, realizada na noite desta quinta-feira, 30, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), está relacionada a uma investigação de esquema de rachadinha, do qual ele é suspeito de integrar.

Conforme fontes com conhecimento do caso ouvidas por O Município, o vereador marcou um encontro nesta quinta à noite, nas proximidades do Banco do Brasil, no Centro de Brusque.

Esse encontro foi com seu suplente, Eder Leite, que assumiu o cargo recentemente, quando Jocimar se licenciou do mandato. Eles foram fotografados no momento em que Eder entregava a Jocimar dinheiro, que, segundo as investigações, é parte do seu salário como vereador.

Eles não sabiam, mas estavam sendo previamente monitorados pelo Gaeco, que efetuou a prisão de Jocimar em flagrante.


Assista agora mesmo!

BRIGADEIRO FIT: SOBREMESA DELICIOSA SEM LACTOSE:


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo