Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Onda que deu vitória ao PSL no estado está virando marola

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Onda que deu vitória ao PSL no estado está virando marola

Raul Sartori

Marola
A “onda” que deu milhões de votos para o PSL no país e em SC está virando marola e, se continuar, acabará em maré baixa. Os eleitores é que estão surpresos com a guerra de vaidades no partido, demonstrada por três dos quatro deputados federais eleitos que, ainda sem tomar posse, já batem de frente com o presidente estadual, Lucas Esmeraldino. Querem a sua cabeça. A novidade é que estão expondo tudo publicamente.

Pioneirismo catarinense
Deve causar repercussão nacional quando a grande mídia ficar sabendo que, em breve, policiais de SC passarão a portar kits de testes rápidos para a realização de exames toxicológicos em usuários de drogas ilícitas presos em flagrante, em qualquer lugar. A iniciativa, pioneira no Brasil, é fruto de uma ação conjunta formalizada esta semana entre o Poder Judiciário, Ministério Público (MP) e Secretaria de Segurança Pública (SSP). Em segundos se terá o resultado e, assim, agilizar rapidamente a tramitação dos processos. Atualmente, um laudo de constatação leva mais de 30 dias para ficar pronto.

Recuo
O desconvite, por pressões políticas (mas consta que há motivações religiosas também, que não vieram à tona, ainda), de Edenice Fraga, da Coordenadoria de Igualdade Racial de SC, é uma baixa lamentável nesses primeiros dias da gestão de Carlos Moisés como governador. Ela tem histórico e qualificação profissional para a função. É lamentável também a possibilidade de extinção da própria coordenadoria, que estava atendendo demandas e ajudando em várias conquistas sociais.

Veja também:
Luciano Hang e empresários locais arrecadam R$ 2 milhões para centro de hemodinâmica no Hospital Azambuja

Volume de denúncias de violência doméstica cresce 47% em Brusque

Missões Urbanas oferecem abrigo e oportunidade de ressocialização para dependentes químicos

Voto secreto
Ao decidir, no final da noite de anteontem, manter votação secreta para a eleição da Mesa do Senado, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, selou a vitória a favor de Renan Calheiros, que é o que existe de pior na política brasileira atual. E sepultou o sonho de Esperidião Amin (PP-SC), que estava tentando abrir espaço para chegar lá.

Telinha
As últimas participações de catarinenses no programa que milhões dizem ser o lixo do lixo da TV – mas assistem até porque se identificam com aquela fauna que lá se exibe – chamado Big Brother Brasil, envergonharam seus conterrâneos, tal sua “cultura”, em todos os aspectos. O escolhido desta vez, o criciumense Alan Possamai, 26 anos, boa estampa, que mora com a mãe, uma irmã e quatro cachorros e pratica esportes, sinaliza como algo melhor. Se conseguir não nos envergonhar, já terá cumprido seu papel naquela gaiola.

Irresponsabilidade
Porque seus governantes gastaram muito mais acima do que entrava no seu caixa, agora nos Estados de Sergipe, Alagoas e Pernambuco, à beira da falência, o ICMS sobre a venda de veículos vai subir de 12% para 14% a partir de abril. Acre e Amapá não definiram quanto, mas admitem uma variação de 12% para 14% e até 18%. Não se fala nada disso em SC, ainda.

Menos ódio (1)
A Associação Catarinense das Indústrias de Água Mineral lança dia 30, na sede da Fiesc, em Florianópolis a campanha “Diga não à violência à mulher, menos ódio mais amor”. Estará presente a ativista Maria da Penha, que deu nome à lei de proteção a vítimas de violência doméstica e familiar. A Acinam divulgará o 180, número telefônico do disque-denúncia contra casos de violência à mulher em mais de um milhão de adesivos colados nos garrafões de 20 litros. Belo ato.

Veja também:
Vários bairros de Brusque estão há cinco dias sem água

Como Nelsinho Casqueiro se tornou uma referência na animação do rádio brusquense

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Menos ódio (2)
A campanha é meritória porque o problema assusta. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de SC, só nos oito primeiros meses de 2018 foram registrados quase 1.850 estupros no Estado, o que significa cerca de 230 casos por mês. No mesmo período, foram 12,6 mil casos de lesão corporal e 66 feminicídios.

Babilônia judicial
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) declarou inconstitucional, terça-feira, parte do decreto editado em 2013, no qual a Presidência da República concede indulto coletivo a réus condenados criminalmente. A decisão vale para SC, Paraná e Rio Grande do Sul. A confusão é total, agora, porque o assunto está em discussão no Supremo Tribunal Federal.

Excelência total
O Ministério Público de SC, dentre outros 26 congêneres no país, alcançou 100% no ranking de implementação e cumprimento do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público em 2018, obtendo conceito de excelência. São 20 objetivos para serem desenvolvidos e monitorados até 2022. Todos objetivando promover a efetivação dos direitos da sociedade e, com isso, fortalecer a democracia, a cidadania e o desenvolvimento sustentável. Parabéns.