A enchente do rio Itajaí-Mirim, ocorrida em Brusque na última sexta-feira, 17, trouxe inúmeros transtornos à cidade, com destaque para os prejuízos no comércio local.

Uma das lojas afetadas foi a Calçados Guarani, então situada no bairro de mesmo nome.

As águas invadiram as dependências, atingindo prateleiras e transformando o estabelecimento em um amontoado de calçados.

O proprietário, Wilson Santos, natural de Maceió, Alagoas, e residente em Brusque há 15 anos, relembrou a enchente de 2011, mas acreditava que a atual não atingiria grandes proporções, pois as cheias anteriores em outubro de 2023 não chegaram sequer a cobrir a rua em frente à loja.

No entanto, diante da situação, Wilson tomou a decisão de dispensar os funcionários, especialmente aqueles que residiam em áreas de risco.

Ao fim da tarde, quando as águas já cercavam a loja, ele se viu sozinho e incapaz de evitar os danos.

“Quando a situação se agravou, tudo aconteceu rapidamente. Na loja, restávamos apenas eu e a gerente. Desligamos a chave geral para evitar problemas elétricos, mas foi angustiante observar a água invadindo cada setor do estabelecimento; uma profunda tristeza tomou conta de mim”, relata Wilson, visivelmente emocionado.

enchente
Situação então observada no momento da enchente/Foto: Wilson Santos

Um dia após a enchente

Ao amanhecer deste sábado, 18, a verdadeira dimensão dos estragos pôde ser avaliada. Uma montanha de calçados se acumulou, revelando o impacto significativo da enchente.

Este sábado proporcionou então uma visão mais precisa dos resultados do ocorrido que assolou a loja Calçados Guarani.

Em nossa galeria de fotos e vídeo, apresentamos de forma objetiva o momento da invasão das águas e as imagens desoladoras do dia seguinte, revelando a atual situação do estabelecimento.

enchente
Foto: Wilson Santos

Vídeo e fotos após anúncios

Apresentamos uma matéria de relevância que evidencia um acontecimento marcante desencadeado pelas condições climáticas adversas que impactaram Brusque na sexta-feira, por meio da enchente do rio Itajaí-Mirim.

Este trabalho só é possível graças ao apoio incondicional dos nossos anunciantes, que acreditam e valorizam essa missão. Por isso, reservamos de forma merecida o espaço a seguir para cada um deles.

O Blog do Ciro Groh convida você, prezado leitor, a explorar mais sobre as ofertas, produtos e serviços oferecidos pelos anunciante clicando nos banners abaixo.

Além de se familiarizar com as oportunidades disponíveis, sua ação, pois, contribuirá diretamente para o desenvolvimento do nosso trabalho.

Após essa breve introdução, aprecie o vídeo e as imagens que então retratam os estragos causados pela enchente nesta loja de calçados.

Oferecimento:






Leia também:
1.
Tempo: sábado ainda requer atenção em Brusque; saiba por que
2. Chuvas: confira os volumes em Vidal Ramos que estão impondo alerta máximo a Brusque
3. VÍDEO: Veja o momento que carros são arrastados pelo rio Itajaí-Mirim, em Vidal Ramos


Imagens dos estragos associados à enchente

Encerramos este artigo com uma seleção de imagens que oferece uma visão clara da condição da loja Calçados Guarani antes e após a enchente.

Inicialmente, apresentaremos um vídeo que captura de forma impactante os momentos cruciais.

Em seguida, convidamos você a explorar nossa galeria de fotos, proporcionando uma representação detalhada da situação vivenciada.

Enchente na loja em vídeo


Galeria de fotos

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente

enchente


• Ajude a manter as estações meteorológicas de Ciro Groh contribuindo com qualquer valor via Pix, através da chave: cirogroh@yahoo.com.br

Receba então diretamente no seu WhatsApp os conteúdos do Blog do Ciro Groh.
Basta adicionar o número (47) 9 9151-7115 na sua lista de contatos e enviar uma mensagem com OK