A Associação Empresarial de Brusque (Acibr) existe há 85 anos com forte atuação em assuntos importantes como o desenvolvimento do município e da região. A entidade atacou problemas que não afetavam diretamente o empresariado, mas eram importantes para a cidade.

Fundação

A história da entidade começa de maneira diferente do usual. Em 2 de outubro de 1934, no Hotel Gracher, foi fundada a Associação Comercial e Industrial de Brusque (Acibr).

Ao centro, Otto Schaefer, primeiro presidente da Acibr, depois de ter deixado o cargo, ao lado dele Benno Schaefer (1º esq.), Carlos Moritz (2º) e o deputado Antônio Carlos Konder Reis (dir.) | Foto: Publicado por Désirée Schaefer Pasold no Curto Fotos Antigas de Brusque

A primeira diretoria foi formada por Otto Schaefer, presidente; Rodolfo Renaux Bauer, secretário; e Germano Appel, tesoureiro. Schaefer era donoo de uma fábrica de fitas, de uma fecularia e de um comércio.

A entidade foi pouco ativa até 1956. Foi neste ano que os comerciantes se juntaram no Clube de Caça e Tiro Araújo Brusque para fundar a Associação Comercial de Brusque (ACB).

As duas entidades coexistiram até 1964, quando a ACB decidiu pela fusão com a Acibr, que perdura até hoje.

Enchente de 1961

Nesta época, a Acibr era presidida por Ayres Gevaerd, dono da Relojoaria e Ótica Gevaerd. A cidade foi atingida e destruída por uma enchente em 1º de novembro, o que exigiu a atuação da associação.

Enchente de 1961 devastou Brusque | Foto: Publicado por Rodrigo Tabarelli no Curto Fotos Antigas de Brusque

Gevaerd presidiu a assembleia geral que ocorreu no Cine Teatro Real em 6 de novembro. Ele chamou a atenção para necessidade de união e ficou definido que todas as empresas entregariam um relatório dos prejuízos, o qual seria usado para pedir mais prazo para pagar bancos e liberação de crédito com juros mais baixos.

Ainda sob a gestão de Ayres Gevaerd ocorreu um fato histórico: em 1962, os municípios de Guabiruba e Botuverá foram criados, desmembrados de Brusque.

Brusque no mapa

A Acibr proporcionou a vinda de diversos serviços públicos para Brusque. Carlos Cid Renaux, o Calinho, teve papel destacado nesse quesito. Ele foi presidente entre 1965 e 1968 pela primeira vez.

Durante esse período, a Acibr teve papel essencial para a reivindicação da construção da rodovia Ivo Silveira (SC-108), inaugurada com a presença do governador em 1967.

Pouco depois, em 1974, foi inaugurada a Antônio Heil (SC-486). A entidade também apoio a construção da Fideb, expansão das linhas telefônicas no município, instalação do escritório da Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (Jucesc), vinda do Corpo de Bombeiros para a cidade e a criação do Tribunal Regional do Trabalho.

A associação empresarial apoiava a segurança pública já naquela época. Calinho Renaux viabilizou a criação dos fundos municipais de apoio à PM e aos Bombeiros, o Fumpom e o Funrebom.

A entidade também apoiou a criação do curso de Filosofia em Brusque, que depois deu origem à Fundação Educacional de Brusque (Febe), mantenedora da Unifebe.

Sede própria

Um fato marcante na história da entidade é a sua participação para a construção do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb).

A comissão pela construção do Cescb foi formada em 2000, sobre a presidência de Ingo Fischer, que no ano seguinte também assumiu o comando da Acibr. O centro empresarial foi inaugurado em 21 de julho de 2005, com a presença do governador Luiz Henrique da Silveira. Além da Acibr, o centro abriga outras entidades e sindicatos.

Na ordem: o então governador Luiz Henrique da Silveira, Ingo Fischer, Rolf Dieter Bückmann, e o presidente da Fiesc, Alcantaro Corrêa, ao microfone, na inauguração do Cescb, em 2005 | Foto: Publicado por Rolf Dieter Bückmann no Curto Fotos Antigas de Brusque

Presidentes da Acibr

Otto Schaefer
Gestão 1934 – 1956 –
Alfredo Koehler
Gestão 1956 – 1959
Germano Quirino Barni
Gestão 1959 – 1961
Ayres Gevaerd
Gestão 1961 – 1963
Herbert Schlindwein
1963 – 1965
Carlos Cid Renaux
Gestões 1965 – 1968 e 1975 – 1993
Érico Antônio Contesini
Gestões 1968 – 1969 e 1971 – 1975
Nelson José Pehnk
Gestão 1969 – 1971
Walfrido Antônio N. Stotz
Gestão 1970 – 1971
Hylário Zen
Gestão 1993 – 1996
Verner Willrich
Gestões 1996 – 1999 e 2000 – 2001
Juliano Carlos Renaux
Gestão 1999 – 2000
Ingo Fischer
Gestões 2001 – 2003 e 2003 – 2005
Aliomar Luciano dos Santos
Gestões 2005 – 2007 e 2007 – 2009
Nelson Zen Filho
Gestão 2009 – 2011
Edemar Fischer
Gestões 2011 – 2013 e 2013 – 2015
Halisson Habitzreuter
Gestões 2015-2017 e 2017-2019

Deixe uma resposta