Rumores intrigantes estão ganhando espaço em diversos veículos de comunicação e se espalhando pelas redes sociais, sugerindo a possibilidade de um autêntico dilúvio no Sul do país durante o mês de dezembro.

Essas especulações se sustentam nas projeções dos principais institutos de meteorologia, que apontam para o iminente ápice do fenômeno El Niño no início do próximo verão.

Segundo a meteorologista Estael Sias, da Metsul Meteorologia sediada em Porto Alegre, todos esses rumores sobre um iminente dilúvio são infundados e a notícia é falsa.

A especialista em meteorologia emitiu uma nota esclarecedora para desvendar o que está por trás dessas teorias conspiratórias.

Logo após a imagem e os anúncios que viabilizam este trabalho, confira o boletim detalhado elaborado por Estael.

No comunicado, a profissional garante informações precisas e confiáveis sobre este tema, proporcionando então uma visão aprofundada e esclarecedora.

O céu de Brusque visto nas primeiras horas da manhã deste domingo/Arquivo: Ciro Groh/O Município

Desvendando o dilúvio após anúncios

Gostaríamos de apresentar aqueles que tornam possível a continuidade deste trabalho essencial do Blog do Ciro Groh. São nossos valiosos patrocinadores, cujos banners estão exibidos abaixo.

Cada um desses parceiros acredita na nossa missão de buscar pautas relevantes e envolventes, livres de futilidades, permitindo-nos sempre oferecer conteúdos significativos aos leitores.

É graças ao apoio desses anunciantes que conseguimos manter nossa dedicação a esse propósito.

Convidamos você, estimado leitor, a explorar as ofertas e produtos oferecidos por eles. Ao clicar nos logotipos abaixo, você não apenas terá a oportunidade de conhecer melhor o que eles têm a oferecer, mas também estará contribuindo para o sucesso contínuo do nosso trabalho.

Após esta breve introdução, o artigo prossegue com informações complementares, acompanhadas de belas fotos, proporcionando uma experiência completa e envolvente direcionada ao grande público.

Agradecemos a todos por fazerem parte desta jornada conosco.

Oferecimento:






Leia também:
1.
Enchente: imagens impactantes revelam perdas na lavoura de Brusque
2. Mulher centenária: veja quem está completando 100 anos em Guabiruba
3. Cenas marcantes: o pós-enchente em loja de calçados de Brusque


O boato do diluvio

Boletim: Estael Sias/Metsul Meteorologia >> 

A MetSul Meteorologia tem sido alvo de diversos questionamentos por parte do público e da imprensa acerca das expectativas do tempo para dezembro.

Há especulações em torno da possibilidade de um mês excepcionalmente chuvoso no Sul do Brasil, com volumes ainda mais significativos do que os registrados nos meses anteriores.

Alguns chegam até a questionar se é verídico o prognóstico de chuvas diárias ao longo dos 31 dias, caracterizando, pois, um autêntico dilúvio.

Notícia falsa do dilúvio

Pode-se afirmar com convicção que as especulações em questão não possuem fundamento verificável, configurando-se, portanto, como meros boatos infundados.

Uma análise aprofundada dos fatos contradiz diretamente essas alegações, respaldada por fontes confiáveis e dados concretos.

Diante da falta de evidências substanciais que respaldem tais especulações, é seguro concluir que essa informação não passa de uma notícia falsa.

Pico do El Niño

O que de fato está em pauta é o ápice dos efeitos do fenômeno El Niño, previsto para o início do próximo verão.

Esclarecemos que esses rumores surgiram a partir dessa interpretação equivocada da situação.

De fato, muitas áreas do Sul do país devem manter chuvas acima da média em dezembro; no entanto, isso está longe de configurar um dilúvio, como sugerem os boatos.

Além disso, os modelos meteorológicos de longo prazo começam a indicar que, na segunda quinzena do próximo mês, pode ocorrer uma sequência de dias talvez mais prolongada de tempo seco, conforme apontam os simuladores.

Concluímos destacando que o ápice de influência do El Niño não implica automaticamente no aumento das precipitações. Outros fatores meteorológicos, além da influência do fenômeno, determinam o regime das chuvas.

Portanto, encerramos esclarecendo que esses boatos sobre um possível dilúvio carecem de fundamento.

*Com Informações: Estael Sias/Meteorologista da Metsul Meteorologia

Manhã de domingo então começando em Brusque/Arquivo: Ciro Groh/O Município

O tempo neste domingo

Prosseguindo com a pauta do dia, reservamos este espaço para abordar a previsão do tempo destinada a Brusque e região, especificamente para este domingo, 26, conforme as informações fornecidas pelo meteorologista Piter Scheuer.

Segundo ele, o dia permanecerá sob a influência da umidade proveniente do mar, o que resultará em muitas nuvens nas cidades do Vale do Itajaí, aumentando a possibilidade de garoa ou chuva fraca e isolada.

Essa condição, sem horário específico para ocorrer, torna-se mais evidente à medida que a tarde avança em direção à noite.

Em virtude dessa nebulosidade prevista, a incidência solar deve ser menor, e isso terá um impacto nas temperaturas. Segundo Piter, os picos térmicos devem oscilar entre 24 a 26°C, mantendo-se nessa faixa.

Semana inicia com chuva

Ao projetar os próximos dias, Piter destaca a primeira metade da próxima semana como propensa a trazer de volta chuvas mais generalizadas ao Vale do Itajaí.

Entre segunda, 27, e quarta-feira, 29, o profissional antecipa episódios de precipitações mais intensas, considerando que períodos de melhoria também estão contemplados nesta previsão.

Com a perspectiva de um cenário mais úmido, os termômetros não devem apresentar um aumento significativo de temperatura, principalmente devido à maior cobertura de nuvens prevista.

As máximas devem se manter dentro da faixa de 23 a 26°C, pelo menos até a quarta-feira, conforme destaca Scheuer.

Domingo amanhecendo em Brusque/Arquivo: Ciro Groh/O Município

O tempo na madrugada

Na continuidade da edição domingo, iremos agora ressaltar as informações referentes ao monitoramento das condições do tempo na região de Brusque durante o período da madrugada passada.

A tabela apresentada abaixo detalha as temperaturas mínimas registradas logo após o romper da aurora de hoje, relacionadas a cada local mencionado no anexo (em vermelho).

Importante observar que não foram registradas ocorrências de chuvas durante esse intervalo (em azul).

Fonte: Groh Estações

• Ajude a manter as estações meteorológicas de Ciro Groh contribuindo com qualquer valor via Pix, através da chave: cirogroh@yahoo.com.br

Manhã de domingo em Brusque começando sob a influência da umidade vinda do mar/Arquivo: Ciro Groh/O Município

Fotos dos leitores

Ao encerrarmos cada matéria, reservamos um momento especial para você se encantar com as belíssimas fotos capturadas e enviadas pelos nossos leitores.

Essas imagens narram visualmente como o amanhecer deste domingo se desdobrou nos diversos lugares mencionados nas legendas.

Prepare-se para uma experiência visual envolvente que complementa e enriquece a narrativa do nosso conteúdo.

Explore isso conosco através do olhar único e cativante dos colaboradores, conectando-se assim de maneira mais emocional e vibrante com os conteúdos que compartilhamos.

dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas então em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Gabiroba em Botuverá/Arquivo: Marcos e Sonia Bianchessi
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry
dilúvio
Tirivas em Presidente Nereu/Arquivo: Amilton e Margareti Petry

Receba então diretamente no seu WhatsApp os conteúdos do Blog do Ciro Groh.
Basta adicionar o número (47) 9 9151-7115 na sua lista de contatos e enviar uma mensagem com OK