Obras e mobilidade: promessas do prefeito de Brusque andam aos poucos

Prefeitura dá andamento a pavimentações e paliativos enquanto aguarda recursos para obras maiores

Obras e mobilidade: promessas do prefeito de Brusque andam aos poucos

Prefeitura dá andamento a pavimentações e paliativos enquanto aguarda recursos para obras maiores

A área de obras e mobilidade urbana recebeu atenção especial no plano de governo do prefeito Jonas Paegle. Uma das maiores vitrines de um governo, as heranças deixadas em infraestrutura, por vezes, têm o poder de definir as eleições municipais.

O prefeito fez grandes promessas: pontes, pavimentações, prolongamentos. Foram 11, ao todo. Três foram cumpridas na sua totalidade. Sobretudo a realização de pavimentações nos bairros.

A prefeitura tem realizado obras de pavimentação em diversas ruas da cidade, principalmente em parceria comunitária.

Veja também:
Justiça suspende obra de terraplanagem do shopping de Brusque

Lutador brusquense e morador da Austrália é grande aposta em UFC da Ásia

Discurso em Libras da primeira-dama divide opiniões de intérpretes de Brusque

 

Até meados de outubro, mais de 40 obras de pavimentação já haviam sido realizadas pela atual gestão, metade por meio de parceria com a comunidade, no qual o cidadão paga pelo material e o governo entra com a mão de obra. Há ainda uma lista grande de espera por novas pavimentações, que devem continuar no decorrer do mandato.

O governo também cumpriu a promessa, singela, é verdade, de construir uma rotatória no bairro Dom Joaquim. A prefeitura iniciou a implantação do equipamento em fevereiro de 2017, e a obra foi concluída em abril do mesmo ano, ao custo de R$ 250 mil.

A última promessa cumprida foi a de dar continuidade à avenida Beira Rio.

Já no início do mandato a prefeitura assinou convênio de R$ 4 milhões com o Badesc para dar continuidade as obras de prolongamento da vida. Em setembro de 2018, mais de 350 metros do novo trecho da avenida aos fundos da Unifebe foram pavimentados.

Recentemente, o governo assinou contrato de financiamento de R$ 30 milhões para continuidade da margem esquerda, junto ao BRDE.

Promessas não cumpridas

Por outro lado, em quatro promessas feitas o governo deixou o povo na saudade.

Três pontes constam no plano de governo de Jonas Paegle e Ari Vequi: na Cristalina, no Loteamento Ema e no Centro. Cada uma delas constitui uma promessa de campanha no material impresso distribuído aos eleitores. Nada saiu do papel.

Para as primeiras duas, não se tem notícia da existência de projeto. Em relação à ponte do Centro, Em julho de 2017 prefeito e vice foram até Brasília entregar o projeto ao presidente Michel Temer, mas não houve nenhum retorno desde então.

A última proposta não cumprida é a de colocar veículos de pequeno e médio porte no transporte público, disponibilizados em horários alternativos. A prefeitura nunca anunciou ter feito essa solicitação à empresa concessionária do serviço em Brusque.

Ainda falta

Em outras quatro promessas, o governo começou a dar solução aos problemas, mas não chegou a resolvê-los totalmente. A proposta de ajustar todo o sistema de trânsito é um exemplo disso.

O prefeito prometeu que “todo o nosso trânsito será repensado”. A prefeitura colocou em prática essa proposta por meio de ações pontuais no trânsito, como mudanças nos bairros Santa Terezinha e Limoeiro, no Santa Rita, e na rótula do Santos Dumont.

Veja também:
DPVAT está, em média, 63% mais barato neste ano

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Acidente mata uma pessoa e interrompe trânsito na BR-470, entre Blumenau e Indaial

A prefeitura também estudou a possibilidade de bloquear o trânsito em frente ao hospital Azambuja, conforme noticiou o jornal em abril de 2018, mas não apresentou um estudo para alterações mais aprofundadas

Assim como a promessa de restauração de toda a malha viária já existente, que consta no plano de governo impresso. A prefeitura fez algumas ações pontuais, como recapeamento das ruas Sete de Setembro e Santos Dumont; revitalização de calçadas na rua Edgar Von Buettner, bairro Bateas e rua Bulcão Viana, entre os bairros Azambuja e Souza Cruz.

Realizou também recapeamento da avenida Primeiro de Maio e revitalização da rua Nova Trento, mas ainda há muito trabalho há ser feito.


Você está lendo: Obras e mobilidade


Veja outros conteúdos do especial:

– Introdução
 Obras e mobilidade
– Educação

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio