O Concórdia está de volta à elite do futebol catarinense, seis anos desde que disputou o campeonato em 2011 e foi rebaixado com apenas três vitórias em 18 jogos. E todos os esforços do Galo d’Oeste estarão concentrados em não repetir o desempenho daquela ocasião. E também não custa lutar por uma eventual vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

O elenco está bastante enxuto, com apenas 19 atletas, sendo 14 remanescentes do título da Série B e seis reforços: o lateral Zeca (ex-Água Santa-SP), os volantes Diogo Roque (ex-Brusque) e Cléber Henrique (ex-Taubaté-SP), o meia Carlos André (ex-Americano-RJ) e os atacantes Rafael Santiago (ex-J. Malucelli-PR) e Luizinho, vice-campeão da Série B do Catarinense com o Hercílio Luz. O elenco deve ser ampliado para pelo menos 27 atletas.

Na pré-temporada, o Galo d’Oeste disputou dois amistosos contra o São Luiz de Ijuí-RS. Perdeu o primeiro por 2 a 0 e o segundo terminou empatado sem gols. O time enfrentou também o sub-20 da Chapecoense, vencendo por 2 a 1, com gols de Aldair e Ramon.

O Concórdia estreia nesta quarta-feira, 17, às 20h30, contra a Chapecoense, em sua casa, no estádio Domingos Lima.

Jogos contra o Brusque:

4ª rodada – 28/01 – 17h
Brusque x Concórdia
Augusto Bauer

13ª rodada – 11/03 – 17h
Concórdia x Brusque
Domingos Lima

O Concórdia está de volta à elite do futebol catarinense, seis anos desde que disputou o campeonato em 2011 e foi rebaixado com apenas três vitórias em 18 jogos. E
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês